Diárias (e desconexão) em Encantado

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Diárias (e desconexão) em Encantado

Por

Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A foto divulgada nas redes sociais pela Chefe de Gabinete da Câmara, durante viagem oficial dela e de outros três vereadores a Brasília, ainda repercute nos bastidores da política encantadense e regional. A imagem de quatro garrafas de espumantes no restaurante Coco Bambu, na capital federal, parece ter sido o estopim de um tema que mexe com o bolso do contribuinte: o pagamento de diárias para os agentes públicos.

Conforme o site do próprio Coco Bambu, cada espumante custa em média R$ 90. Ou seja, e só com aquele baldinho que aparece na foto, o consumidor vai gastar cerca de R$ 360. É quase o valor do novo Auxílio Brasil, que deve repassar R$ 400 para os brasileiros em situação de vulnerabilidade social. A presidente da Camara, Andresa de Souza (MDB), citada na polêmica imagem (que foi apagada após a repercussão), afirma que elas nao consumiram as bebidas, e que a assessora teria apenas fotografado (e depois apagado) algo que ja estaria exposto.

A conclusão sobre as espumantes é do eleitor (aliás, basta os agentes públicos apresentarem as notas fiscais daquela noite, certo?). Mas, sobre as passagens aéreas pagas pelos contribuintes para os agentes públicos, e que custaram entre R$ 4,5 mil e R$ 4,9 mil cada, não há escusas. Afinal, a média desta tarifa é bem mais em conta. Dependendo do interesse e organização do viajante, a passagem pode custar a metade deste valor. Em suma, os agentes públicos não pareciam tão preocupados em economizar durante a viagem que tinha como justificativa a participação em um curso pouco relevante da UVB. É uma realidade bem diferente da imensa maioria dos contribuintes de Encantado. Afinal, a crise está atingindo a todos e cada real economizado pode ser um alívio a mais para o dia seguinte dos pagadores de impostos.


“Tratoraço” em Taquari

O 1° Encontro Os Guris do Agro ocorrerá no dia 12 de dezembro, em Taquari. O evento contará com um “tratoraço” saindo do Rincão São José até a Cabanha Duas Figueiras. Conforme os organizadores, a ideia do encontro surgiu por meio de conversas durante os almoços e confraternizações realizadas. Eles querem arrecadar alimentos para auxiliar famílias carentes da cidade.


E a E-Log?

O empresário Nilto Scapini vai comandar o Conselho da Empresa Pública de Logística Estrela (E-Log), ao lado de Rafael Fontana, Henrique Purper, do vereador Adriano Scheeren, e também de Neri Xavier e Elaine Strehl. É um grupo qualificado. Mas, o povo estrelense (e regional) quer saber: quem será o Diretor Executivo da E-Log? Por ora, o ex-prefeito Rafael Mallmann é o nome mais citado. A empresa pública será responsável pela administração (direta ou indireta) do complexo portuário, do aeródromo e de parte da ferrovia.


• A Câmara de Encantado aprovou Moção de Aplauso ao encantadense Augusto Rotta (o popular “Guto”) pela conquista dos campeonatos Brasileiro e Gaúcho da Turismo 1.4.
• A pinguela entre os municípios de Arroio do Meio e Marques de Souza, quase em frente à Igreja de Pedra, na localidade de Forqueta, carece de melhorias. Os pilares, principalmente, estão danificados e o uso da estrutura segue restrito. A mobilidade e o turismo perdem.
• Em Teutônia, os vereadores da base do governo negaram os pedidos de convocação dos secretários de Obras e de Saúde. Um verdadeiro desserviço à transparência por parte destes parlamentares.
• Ainda em Teutônia, a administração municipal realizará, na próxima terça-feira, a 5ª edição do Projeto Gabinete na Rua, das 13h30 às 16h30, na Comunidade Evangélica da Linha Wink.
• O governo de Estrela agendou para o dia 3 de dezembro a licitação para as obras de construção de quadra coberta esportiva, com vestiário, na EMEF Leo Joas.
• A suposta comercialização de carne de cavalo a esmo no município de Caxias do Sul demonstra a importância de um serviço de fiscalização sanitária eficiente e rígido. Logo, desconfie de quem luta insistentemente contra tais serviços.
• O governo de Lajeado anuncia para o dia 3 de dezembro o pregão presencial para “contratação da empresa especializada para o fornecimento e instalação de mobiliário urbano para o Parque Ney Santos Arruda, belvederes e espaços públicos na orla do Rio Taquari”. Futuramente, será um dos pontos mais visitados do Vale do Taquari. Inclusive pelas pessoas que insistem em depreciar o empreendimento.