Homenagem para Conzatti

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Homenagem para Conzatti

Por

Vale do Taquari
OdontoCompany Estrela - Lateral vertical - Final vertical

O prefeito de Encantado, Jonas Calvi (PTB), encaminhou à Câmara de Vereadores um projeto de lei para homenagear o ex-prefeito, Adroaldo Conzatti, que morreu durante o seu quarto mandato, em março deste ano. A sugestão do atual mandatário da cidade é denominar o complexo da prefeitura com o nome do saudoso político. Sendo assim, e se a matéria for aprovada no plenário da Câmara de Vereadores, o prédio passa a ser chamado de “Centro Administrativo Municipal Adroaldo Conzatti”.

Nessa segunda-feira, nas redes sociais, Calvi escreveu sobre a singela homenagem ao ex-companheiro. “Hoje faz um ano que firmamos a coligação “Somos todos Encantado”, com partidos e pessoas, pensando numa Encantado melhor para nossa gente e para as próximas gerações. Não há um dia em que entro na sala de trabalho e não lembro que o ‘Conzatti tá aí’. Ele é exemplo de espírito público. Por isso, tenho a convicção que todos encantadenses concordam com a proposição da Lei. Uma homenagem justa e merecida por aquele que levou Encantado no coração”, afirma.

Sem homenagens?

Uma polêmica foi instaurada na área da educação nacional. Às vésperas do centenário de Paulo Freire, educador, filósofo, Patrono da Educação Brasileira e uma das referências da pedagogia mundial, o Ministério da Educação não anuncia homenagens. Blogs e sites do centro do país buscaram mais informações, e o silencio ainda impera. Freire, todos sabem, já foi e é muito criticado por diversas alas e apoiadores do governo de Jair Bolsonaro. Freire celebraria um século de vida no próximo domingo. E por aqui ele já está homenageado pela nossa Universidade do Vale do Taquari (Univates). A arte de Eduardo Kobra está eternizada na fachada do prédio 1 da instituição.

Cultura e política

A Câmara de Encantado celebrou a Semana Farroupilha. Na sessão plenária, as entidades que receberam Moção de Aplausos por terem participado no acendimento da Chama Crioula, e também as prendas e peões que foram vencedores em concursos no Estado foram homenageados durante a Sessão. Além disso, o Hino Rio-Grandense foi cantado pela tradicionalista, Angélica Bertamoni.

Sessão no Porto

Em função do feriado em comemoração à Revolução Farroupilha, na próxima segunda-feira, dia 20, não haverá Sessão Ordinária da Câmara de Estrela. O próximo encontro do legislativo estrelense ocorre no dia 27 de setembro, no Porto de Estrela, a partir das 15h30min. Após a sessão, às 17h, inicia a cerimônia de lançamento oficial da 7ª Estrela Multifeira.

Prédio do DAER

Às vésperas de conceder à rodovia para a iniciativa privada, o governador Eduardo Leite (PSDB) deu carta branca para o governo de Lajeado custear um viaduto e outras obras de ampliação da ERS-130 (no trecho entre o trevo da BRF e o acesso à rodoviária) e, em troca, ficar com o valioso e desejado imóvel do DAER, localizado no entroncamento entre as avenidas Alberto Pasqualini e Benjamin Constant, e avaliado em mais de R$ 15 milhões. O município também se compromete a quitar uma dívida do Estado na área da saúde. O edital para as obras deve ser finalizado até o fim de setembro. E, além da expectativa por novidades em relação à empresa que será responsável pelos serviços, o contribuinte quer saber mais detalhes sobre o futuro do imóvel incorporado. Aguardemos!

Prédio do INSS

O prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo (PP), o diretor do Hospital Bruno Born (HBB), Cristiano Dickel, e o presidente da Câmara de Vereadores, Isidoro Fornari (PP), estão em Brasília. Ontem, eles foram recebidos na Presidência do INSS para tratar sobre a permuta da área da agência do INSS de Lajeado, visando o aumento da estrutura física do HBB. Em contrapartida, o instituto receberá uma sede nova, provavelmente na área da antiga praça Mario Lampert, na Rua Júlio May, no centro da cidade. Entretanto, o projeto padrão do INSS para novas sedes exige um terreno maior.

E o PTB?

O vice-governador do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior, entregou ontem à direção do PTB e à Justiça Eleitoral um comunicado sobre a sua desfiliação do partido. A mudança já estava anunciada desde o imbróglio com o presidente nacional da sigla, Roberto Jeferson, que ofendeu o chefe do executivo gaúcho (e foi condenado por tal). Ranolfo pode assinar com o PSDB no dia 27. E a saída dele vai repercutir no PTB do Vale do Taquari, cujo diretório também deve se esvaziar nos próximos meses. Os prefeitos de Estrela e Encantado, por exemplo, podem deixar o PTB.