Os 100 anos de “O Paladino”

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Os 100 anos de “O Paladino”

Por

Vale do Taquari
CRON - Campanha Institucional - Lateral vertical - Final vertical

O Grupo A Hora realizou uma homenagem aos 100 anos da empresa “O Paladino”. O negócio funcionou como um jornal impresso entre 1921 e 1941, no mesmo local onde hoje se encontra a sede do jornal Nova Geração, em Estrela. No início, o periódico da família Schwertner tinha uma tiragem de 400 exemplares. No fim, chegou a 5 mil. Após o fechamento do jornal, o negócio persistiu com uma Livraria e Papelaria, que segue em funcionamento.
A família Schwertner foi homenageada na sexta-feira com uma placa em alusão ao histórico jornal, e que foi instalada no centro da redação do jornal Nova Geração (foto). O coquetel reuniu ex-funcionários, agentes políticos e admiradores. No encontro, o diretor do Grupo A Hora, Adair Weiss, anunciou a produção de um documentário sobre a comunicação no Vale do Taquari, e também a produção de um anuário do NG, que levará o nome de “O Paladino”.
Outro momento sublime do coquetel foi a apresentação de duas cervejas artesanais estilo belga, de grande complexidade, fortes, e de características marcantes. Tal qual “O Paladino”. As 100 garrafas foram produzidas em homenagem à centenária empresa, e foram produzidas pelo Mestre Cervejeiro, Douglas Sulzbach, um dos proprietários do pub O Gato da Praça, empreendimento vizinho ao histórico prédio e que também assina a justa homenagem.

Luz e água

O assunto já chegou à Câmara de Lajeado. Pescadores solicitam refletores para iluminação abaixo da ponte da BR-386 sobre o Rio Taquari, no espaço próximo à Marina do Vale.

Governador em Estrela

O prefeito de Estrela, Elmar Schneider (PTB), convidou o governador Eduardo Leite (PSDB) para prestigiar a 7ª Multifeira que inicia em outubro. O convite pessoal foi realizado nesta semana, durante encontro entre eles e o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior (PTB), durante a Expointer.

E a Covid?

No fim da tarde de ontem, o Hospital Bruno Born (HBB), a principal referência de saúde no Vale do Taquari, registrava apenas sete pacientes internados com covid-19, e outros três com suspeita da doença. Entre os 10 pacientes, três estavam na UTI.

Plano Diretor

Um ano após a novela que resultou na aprovação do Plano Diretor de Lajeado, o Executivo encaminha projeto para alterar alguns pontos do documento. Entre as mudanças propostas, a inclusão de um representante do Cartório de Registro de Imóveis e de mais um membro da Secretaria do Planejamento (Seplan) no Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano.

Fraqueza?

A narrativa inicial para a carta de Jair Bolsonaro e Michel Temer não surpreende e, para variar, atende aos anseios dos adoradores de corruptos. A conclusão é uma só: Bolsonaro demonstra fraqueza. O raciocínio é simplista, parece mera torcida, ignora uma série de fatos e desconsidera o desconhecimento acerca dos bastidores. Eu sei pouco, é claro. Mas eu sei que se há um cão raivoso mordendo a todos na rua, de nada adianta falar com o cachorro. Afinal, ele é irracional. Para que eu consiga transitar tranquilamente no bairro, e fazer o que quero, livremente, eu vou falar com o dono do cachorro. No caso, o experiente (e prudente) dono parece que veio correndo.

Cidade “inteligente”

Pouco a pouco e a Secretaria de Meio Ambiente de Lajeado vai autorizando um verdadeiro genocídio ambiental no centro comercial do Vale do Taquari, contribuindo em nada para os critérios mínimos de uma “smart city”. O setor da Prefeitura de Lajeado parece despreocupado com a qualidade de vida dos clientes e demais transeuntes que cruzam diariamente nas principais ruas do centro lajeadense, em especial na Av. Benjamin Constant, na Rua Júlio de Castilhos, e, mais recentemente, na Rua Bento Gonçalves (foto). Aliás, não é apenas o setor de Meio Ambiente que está despreocupado com o deserto que está “brotando” na área central. Infelizmente.