“A astronomia despertou em mim o interesse pela ciência”

ABRE ASPAS

“A astronomia despertou em mim o interesse pela ciência”

Perto de concluir o quarto ano do Ensino Médio Técnico em Automação Industrial no IFSul, Jefferson Scheibler, 19, acumula medalhas em eventos de astronomia nos últimos anos. A conquista mais recente foi na International Astronomy and Astrophysics Competition, uma das maiores competições de ciências do mundo. Na ocasião, ganhou a menção de prata.

Por

“A astronomia despertou em mim o interesse pela ciência”
(FOTO: DIVULGAÇÃO)
Vale do Taquari
OdontoCompany Estrela - Lateral vertical - Final vertical

Por que você optou por Automação Industrial?

Em 2017, quando eu ainda estava no ensino fundamental na Escola Municipal Nova Viena, surgiu, então, a oportunidade de me inscrever para o ensino médio no campus de Lajeado do IFSul. Seria a primeira turma do Técnico Integrado do Campus e com a única opção do curso de Automação Industrial. Eu escolhi me inscrever no vestibular tanto pela qualidade do ensino da instituição e, de certa forma, também pelo curso, pois eu sempre tive uma afinidade pela área tecnológica.

Dentro da área da tecnologia, o que mais te desperta interesse?

O que sempre me chamou atenção na área tecnológica é justamente a parte da automação dos processos, sistemas e serviços, principalmente a Inteligência Artificial. Eu acho fantástico essa evolução tecnológica que a humanidade desenvolveu até o momento, e também os objetivos dos cientistas, de alcançar o que é considerado impossível e trazer uma esperança para o nosso futuro.

O que te levou até a Astronomia?

O meu interesse surgiu no meu primeiro ano no IFSul, quando participei da Olimpíada Brasileira de Astronomia. Na ocasião, fui incentivado pelo professor de Física. Desde lá, eu tenho buscado cada vez mais conhecimento na área. Mas a astronomia despertou em mim o interesse pela ciência. Descobri, na astronomia, a minha paixão, e, também, é a minha motivação diária, que me leva a desbravar a fronteira do conhecimento comum do Ensino Médio. Saía no meio da noite para observar as estrelas e, é claro, a lua.
Você ganhou diversas medalhas.

Como foram estas conquistas?

No ano passado, eu participei da Olimpíada Brasileira de Astronomia, da Olimpíada Nacional de Ciências e da International Astronomy and Astrophysics Competition. Conquistei medalhas de prata nas duas primeiras e menção de bronze na terceira. Este ano também participei da IAAC, tento conquistado menção de prata, e, também, da Olimpíada Brasileira de Astronomia, em que conquistei medalha de ouro.

Como se sente em representar o campus e Lajeado nestes eventos?

É uma sensação fantástica, mas também muito emocionante levar o nome da tua instituição e da tua cidade. Eu gostaria que mais alunos pudessem sentir o mesmo. Acredito que oportunidades não faltam. Basta se dedicar, estudar e o mais importante, se divertir.