O PT se reorganiza no Vale

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

O PT se reorganiza no Vale

Por

Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

A experiência de Luís Fernando Schmidt à frente da prefeitura de Lajeado foi traumática para o Partido dos Trabalhadores. A gestão do petista não agradou os lajeadenses e o resultado foi cristalino nas urnas, com a terceira posição entre três candidatos a prefeito em 2016. Após a derrota na eleição municipal da principal cidade do Vale do Taquari, muitos petistas pularam da barca e migraram para siglas diversas. Teve militante trocando o ícone da Esquerda nacional pelo PP, acreditem. E o resultado foi o enfraquecimento do PT, que hoje não possui uma prefeitura sequer. Agora, e com o avanço de uma nova ala de apoiadores, o partido busca retomar o protagonismo.

No domingo passado, por exemplo, os petistas realizaram o “Encontro Regional do PT/RS – 1ª Etapa – Vale do Taquari”. Em debate, um projeto de desenvolvimento para o Estado, com o foco no crescimento sem desigualdades e com inclusão e justiça social. No segundo encontro, marcado para o dia 22 de agosto, ocorrerá a eleição da coordenação regional do PT. A ideia é renovar os nomes e não dar muito espaço para agentes públicos já desgastados perante a sociedade regional, mas sem abrir mão de políticos e líderes experientes. E o nome de Jones Fiegenbaun (PT), suplente de vereador em Lajeado, é o mais lembrado para assumir a coordenadoria do partido no Vale.

Responsabilidade

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) prorrogou duas vezes o prazo para o recadastramento de veículos isentos de pedágio. E, mesmo assim, muitos usuários não cumpriram a obrigação em tempo. O benefício é concedido para moradores de localidades muito próximas às praças de cobrança. No Vale do Taquari, a medida vale para motoristas que residem em Cruzeiro do Sul (nas localidades de 22 de Novembro, 25 de Julho, Arroio Grande, Boa Esperança Alta, Boa Esperança Baixa e Linha Nova) e em Encantado (Linha Alegre, Linha Azevedo, Linha Palmas).

190 passeios

O jornalista Alício de Assunção é um visionário. E o produto “Passeios na Colônia” é a prova. Neste mês, ele completa 190 edições de passeios contemplativos pelo Vale do Taquari, desbravando as mais conhecidas e também as mais distantes localidades da nossa região. O projeto também inspirou a criação dos Caminhos Autoguiados em diversas cidades, e permanentemente inspira caminhantes em busca de lazer e qualidade de vida.

PDT em Estrela

O PDT ainda é o partido com o maior número de filiados em Estrela. São mais de mil apoiadores. Nesta semana, o partido empossou a nova diretoria, sob a tutela do Deputado Federal Pompeo de Mattos e o Coordenador Regional e pré-candidato a Deputado Estadual, José Scorsatto. O novo presidente da sigla estrelense é Guilherme Engster. E, nos bastidores, especula-se a possível incorporação dos vereadores Felipe Schossler e Douglas Daroit, ambos do PTB. E Paulo Argeu Fernandes, o candidato a prefeito pela sigla em 2020, não participou do encontro.

Ciclovia

O governo de Lajeado avisa que, em atenção ao ofício encaminhado pelo vereador Deolí Gräff (PP), a administração encaminhará um pedido para inclusão de ciclovias no projeto de duplicação da BR-386, no trecho entre a cidade e o município de Marques de Souza. No projeto original da CCR Viasul, a referida estrutura não está prevista.

Ciclovia II

O vereador Marcos Scheffer (MDB) solicita ao Executivo, por meio das Secretarias de Administração (Sead) e de Planejamento (Seplan), para que amplie a fiscalização “referente à circulação de bicicletas nas calçadas de passeio, principalmente no Centro da cidade, pois além de causar transtornos aos demais pedestres, pode gerar acidentes nestes locais”.

Secretariado em Estrela

O prefeito de Estrela, Elmar Schneider (PTB), não confirma, mas a possibilidade do Comandante César (MDB) ingressar no governo estrelense parece apenas uma questão de tempo. E a efetivação deve ocorrer após as férias do candidato a prefeito derrotado em 2020. O primeiro sinal veio nessa quinta-feira, com a proposta de alterar a Secretaria de Administração, que passará a ser denominada de Secretaria de Administração e Segurança Pública. Outra mudança é a inclusão do Turismo na pasta da Secretaria de Cultura, coordenada pela ex-primeira-dama, Carine Schwingel.