Solon Chaves é a atração desta noite do Pratas da Casa

Ícone da MPB

Solon Chaves é a atração desta noite do Pratas da Casa

Quinto show do projeto será transmitido a partir das 20h, em live pelo Facebook do Grupo A Hora e pela Rádio A Hora 102.9

Por

Atualizado quarta-feira,
21 de Julho de 2021 às 18:52

Solon Chaves é a atração desta noite do Pratas da Casa
Solon Chaves é o quinto artista a se apresentar no Pratas da Casa 2021 (Foto: Arquivo A Hora)
Vale do Taquari
Tudo na Hora - Lateral vertical - Final vertical

Valorizar os artistas locais e abrir espaço para novos talentos. Esse é o objetivo do Pratas da Casa. Na quinta noite, a partir das 20h, o projeto recebe Solon Azambuja Chaves. Do palco do Teatro do Sesc, a live será transmitida pelo Facebook do Grupo A Hora e pela Rádio A Hora 102.9.

Gerente do Sesc Lajeado, Betina Durayski, ressalta o viés solidário do projeto com a venda de ingressos revertida para o Programa Mesa Brasil.

“Está sendo um sucesso, estamos com uma audiência nunca antes vista. Muitas visualizações em todas as lives. Tivemos todos que reaprender com um novo jeito de apreciar a arte, a música. As lives foram um acalento nestes momentos difíceis e acredito que permanecerão com o presencial, com o público no teatro”, destaca Betina.

Durante a live, também será disponibilizado um QR Code e uma chave Pix. O objetivo é arrecadar valores para a compra de alimentos destinados à famílias do município. O evento não conta com a presença de público e todos os protocolos sanitários são seguidos entre as equipes da organização.

Um ícone da MPB

Muito conhecido na região, Solon tem nas raízes a MPB e em músicas instrumentais. A primeira vez que arriscou alguns acordes foi com o trompete, e, aos 14 anos, aprendeu a tocar violão por conta própria. A música sempre esteve presente dentro de casa. A mãe tocava piano.

Aos 16 anos, Solon já estudava música na Academia Prediger, em Porto Alegre, e aos 18 mudou-se para a capital onde tocou em diferentes lugares no cenário musical.

Mas foi em 1982, quando Lajeado sediou o festival Musivale, que o artista passou a conhecer outros músicos e entrou no cenário local. Entre um trabalho e outro, foi convidado para ser baixista na Banda Barbarella, onde atuou por 12 anos.

Em 2010, lançou o primeiro álbum autoral, chamado Chuva de Vida. Cinco anos depois, passou a integrar o grupo de música instrumental Samjazz Trio.

Hoje, com mais de 30 anos de carreira, é também professor e atua no Núcleo Cultural de Estrela. Solon toca guitarra, violão, teclado e o contrabaixo.

Ele também escreveu uma música em parceria com Alessandro Cenci, chamada Tudo Muda. Esta foi a obra inscrita no Pratas da Casa. “É uma música que fala sobre observar e valorizar cada momento da vida”, diz o artista.

Para a live de hoje, escolheu 13 músicas autorais. Algumas são do primeiro disco do artista, Chuva de Vida, outras do segundo, Dois de voz, e algumas inéditas.

Quem faz acontecer

O Projeto Pratas da Casa 2021 tem patrocínio de Escola de Música Josélia Jantsch Ferla, Kikão, Salva Kraft Beer, Alexandre Lucas Corretor de Imóveis, Universidade Unopar Lajeado, Transportadora Nimec, UpTime e Airton Seguros.

São apoiadores a Rock Center Instrumentos Musicais, Peixe Gás Service, Loja Andrezinho, Laboratório Lajeado/Irion, Claudir Degasperi Compositor, Santa Cor Tintas e Xerife Corretor de Imóveis. O Projeto conta com a parceria de Matheus Hinterholz Produções, Na Baia Studio e Musicness e apoio cultural de Arruda Advogados.Serão dez bandas participantes do Pratas da Casa
Além de um cachê de R$ 1 mil, os artistas também concorrem a uma premiação em quatro categorias: Música autoral, Arranjo e composição, Performance e Maior público virtual.