Languiru fará abate de bovinos em frigorífico de Teutônia

A partir de novembro

Languiru fará abate de bovinos em frigorífico de Teutônia

Presidente da cooperativa participou de entrevista para falar sobre crescimento e do ingresso no mercado da carne bovina

Por

Atualizado quinta-feira,
22 de Julho de 2021 às 11:37

Languiru fará abate de bovinos em frigorífico de Teutônia
(Foto: Ana Carolina Becker)
Vale do Taquari
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

O presidente da Cooperativa Languiru, Dirceu Bayer, participou de entrevista no programa Frente e Verso, da Rádio A Hora 102.9, na manhã desta quarta-feira, 21, para falar sobre a expansão para o mercado bovino.

A planta do frigorífico Zarth, de Teutônia, será utilizada pela cooperativa para o abate. Na próxima semana, equipe começa a conhecer a atividade no local com o proprietário para saber sobre o funcionamento do espaço. A operação começa no dia 1º de novembro. O espaço foi arrendado pela cooperativa.

A expansão para esse segmento, segundo Bayer, é uma forma de dar mais alternativas ao produtor e ajudar no momento da crise. Tendo em vista o aumento na produção e no valor das commodities, a produção de bovinos não exige tanto do produtor. “Não há necessidade de tanto farelo de milho, ele usa a pastagem. Vamos comprar animais europeus para preservar a qualidade da carne”, comenta.

Os produtos oriundos dessa expansão serão comercializados nos supermercados da Languiru. Além disso, a cooperativa projeta a compra de animais que são retirados do plantel bovino pela questão da idade para serem utilizados na produção de embutidos do frigorífico.

Ouça a entrevista na íntegra