Jornada à Serra

opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Jornada à Serra

Por

Vale do Taquari
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

A primeira edição da Jornada do Sorvete ocorreu em 1999, na Fiergs, em Porto Alegre. Poucos anos depois, o evento foi transferido para Lajeado. Naquele momento, os empresários do setor perceberam os benefícios do fórum específico do segmento. O evento cresceu e já é considerado o terceiro maior evento do segmento sorveteiro do Brasil. É um mecanismo de integração e valorização dos profissionais da classe, por meio da capacitação, troca de experiências e concretização de negócios. E neste ano, por falta de espaço adequado, a jornada não será realizada no Vale do Taquari.

É uma pena. Após sediar as edições de 2003 a 2019, sempre no Weiand Hotel, em Lajeado, a região vê a importante jornada ser transferida para a cidade de Bento Gonçalves, na pujante Serra Gaúcha. Entre os motivos para a mudança de endereço, que resultará em menos vitrine e menos recursos girando no Vale do Taquari, está o fechamento abrupto (e judicial) do referido hotel, cuja estrutura segue chamando a atenção na antes pujante Rua Sete de Setembro, mas que já carecia de investimentos em ampliação e melhorias dos salões antes mesmo de encerrar os serviços.

Fato é que o evento cresceu e as necessidades para acomodar o público e as palestras reservadas à Jornada do Sorvete também evoluíram. O recado foi dado no fim da última edição, quando os organizadores clamavam por um espaço maior. Em suma, a régua subiu e a cidade de Lajeado ficou aquém das necessidades cobradas pela equipe organizadora do evento. Outros centros de eventos com disponibilidade de quartos foram pesquisados na cidade. Mas, ao fim de tudo, nenhum ponto agradou a pleno e a escolha foi pela cidade de Bento Gonçalves. Um duro golpe para quem sonha em ser referência em turismo de negócios.


Sujeira na BR-386

Nesta semana, a equipe da CCR Viasul voltou a realizar – e caprichar – na roçada dos canteiros e gramados às margens da BR-386, no trecho urbano de Lajeado. Em relação à roçada, os moradores e empresários lindeiros não reclamam. O problema, mais uma vez, é o excesso de lixo verificado na área de domínio. O contrato com a concessionária prevê o serviço de recolhimento do lixo deixado pelos motoristas irresponsáveis. Mas este serviço não parece estar a contento.


Receita do RS

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) divulgou a edição de junho de 2021 do Boletim Informativo das Receitas Estaduais. A publicação demonstrou um aumento de 31% na receita bruta acumulada do Poder Executivo Estadual em comparação com o mesmo mês do ano anterior. Em 2021, a arrecadação no primeiro semestre foi de R$ 31,98 bilhões, contra R$ 25,63 bilhões no mesmo período do ano passado. Ainda que em junho de 2020 a economia estivesse sob impacto da pandemia da Covid-19, foi neste mesmo mês que a receita começou a dar sinais de recuperação, inclusive pela entrada de R$ 483,3 milhões referentes ao auxílio federal para livre aplicação.


Cri$to Protetor

Um representante de um grupo de investidores visitou a cidade de Encantado nesta semana. Ele anunciou a projeção de injetar recursos de chineses e norte-americanos em toda a área do complexo do Cristo Protetor. As cifras, em um primeiro momento, seriam próximas de U$ 50 milhões e preveem a construção de hotel, parque temático, teleférico e até um possível trem entre a estátua e a Lagoa da Garibaldi. Os projetos foram apresentados para moradores e investidores de áreas vizinhas. Muitos ficaram intrigados e querem aguardar mais detalhes.


Oposição em Estrela?

A oposição está se dissolvendo em Estrela. A manutenção da ex-primeira-dama Carine Schwingel na Secretaria de Cultura, e a proximidade com membros de siglas adversárias já eram sinais claros da política do prefeito Elmar Schneider (PTB). Desde a campanha, é bem verdade, o ex-deputado estadual optou por um caminho de conciliação. Nesta semana, o leque de possíveis apoiadores aumentou com a visita dos representantes do PL, partido que apostou em Valmor Griebler, o segundo colocado na disputa pela prefeitura. Na foto, além de líderes locais do PL, Schneidinha aparece ao lado do deputado federal Giovani Cherini. E eles prometem uma parceria duradoura.


Planos Plurianuais

O prazo concedido pela Câmara de Encantado para as entidades apresentarem emendas ao Plano Plurianual para o quadriênio 2022/2025 venceu nessa sexta-feira. Agora, a matéria vai à votação. Já em Arroio do Meio, um dos destaques do PPA, que também já foi protocolado no Legislativo, é a previsão de R$ 10 milhões no programa “Mais asfalto”. O objetivo é a pavimentação no meio rural.


Rota da Inovação?

A situação da Rua Bento Rosa em nada condiz com o sonho da chamada “Rota da Inovação”. Por lá, um dos poucos pontos em que a ciclovia caiu no gosto da comunidade está largado às traças. A buraqueira no trecho entre a BR-386 e a Clínica Central é um verdadeiro desestímulo para os sonhados investidores. O mesmo vale para a interligação daquela via com a nova rua que dá acesso ao Parque Ney Arruda. Sob o viaduto da rodovia, principalmente, a falta de sinalização é um risco constante. Sobre isso, o governo municipal ainda aguarda posicionamento da CCR Viasul.