Nova troca no comando do CRPO

opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Nova troca no comando do CRPO

Por

Vale do Taquari
Tudo na Hora - Lateral vertical - Final vertical

Com mais de 30 anos de serviços e 12 medalhas conquistadas nesse período, o Tenente-Coronel Douglas da Rosa Soares ficará poucos meses à frente do Comando de Polícia Ostensiva do Vale do Taquari (CRPO-VT). Ele assumiu no início do março e já passa o bastão em agosto. Soares comandará o CRPO do Vale dos Sinos, outro grande desafio. Em seu lugar assume o Tenente-Coronel João Aílton Iaruchewski, que hoje é responsável pelo 32° Batalhão de Polícia Militar (32° BPM).

Soares trouxe novo gás para o CRPO/VT. Mudou o ritmo de andamento de diversos serviços (e servidores) e isso gerou amizades e inimizades, claro. Mas foi um belo trabalho. Os índices de criminalidade reduziram neste período e o sentimento de segurança nas ruas aumentou com a presença constante do policiamento em pontos estratégicos e de acesso à cidade. Porém, e mais uma vez, a rotatividade no comando da corporação chama a atenção pelo curto período de tempo.

O sucessor de Soares também não está na região. José Ailton é responsável pelas cidades de Sapiranga, Araricá, Nova Hartz, Parobé, Campo Bom, Estância Velha, Dois Irmãos, Morro Reuter, Ivoti, Lindolfo Collor, Presidente Lucena e Taquara. Para alguns membros da área da segurança, o cargo de chefe do CRPO/VT deveria ser repassado para um profissional com vínculo regional, afim de evitar trocas tão repentinas. Para outros analistas, porém, tal fato não configura um problema.

Ponto eletrônico

Em Encantado, Cristiano Bassani (PSDB) encaminha um provocador Pedido de Informações à Mesa Diretora da Câmara. Ele quer saber detalhes sobre o controle de frequência, horas extras, banco de horas, abonos e justificativas de faltas dos funcionários da Casa Legislativa e se há alguma previsibilidade de colocação de ponto eletrônico

Luto em Encantado

O Legislativo municipal de Encantado prestou homenagem póstuma ao ex-vereador (e escritor) Pedro Braz Rosa da Silveira, que atuou no plenário durante as legislaturas de 1969 a 1973 e de 1983 a 1988. Ele morreu na segunda-feira.

Ouvidoria Independente

Arroio do Meio anuncia a criação de uma “Ouvidoria Independente”. O canal já está em funcionamento e tem como atribuição a análise e o encaminhamento das manifestações referentes à prestação de serviços públicos pelos órgãos e entidades do Executivo municipal. O serviço funciona com hora marcada presencialmente e por meio do sistema FalaBR, do Governo Federal. Também é possível encaminhar as demandas pelo 0800 5911836 ou pelo Whatsapp (51) 999313213.

Em briga de marido e mulher, sim, meter a colher!

As imagens divulgadas pela ex-mulher do tal DJ Ivis, que mostram uma sequência de agressões covardes por parte dele, são indigestas. O fato é repugnante. E também é repugnante a ação (ou falta dessa) da testemunha, que presencia as agressões e as ignora. Parece ser fruto daquele perigoso entendimento: em briga de marido e mulher não se mete a colher. Entretanto, já passou a hora de mudarmos a visão míope. Ora, sempre que uma mulher estiver minimamente próxima de ser agredida, é preciso intervir de imediato. Aliás, sobre isso, o vereador de Estrela, João Braun (PP), protocola um PL que concede “auxílio aluguel” para mulheres vítimas de violência doméstica.

Concessão

O vereador de Encantado, Roberto Salton (PDT), encaminhou oficio para a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul com uma intrigante sugestão. Ele solicita a proposição de um Projeto de Lei Estadual para que “não existam mais praças de pedágio que apartem localidades de uma mesma cidade”.

Multifeira “vacinada”

A cidade de Estrela já registra 18.201 mil vacinados. Em todo o Vale do Taquari, já são mais de 170 mil com a primeira dose e 68,5 mil com a segunda dose já aplicada. Faltando pouco mais de três meses para o início da Multifeira, a impressão é de que teremos um evento relativamente tranquilo. Vamos torcer!

IPCA e correções

A Câmara de Vereadores de Encantado avalia um Projeto de Lei com origem no Legislativo e que “estabelece como indexador para correção de valores dos tributos de competência do Município nos exercícios financeiros, o índice Nacional de preços ao consumidor Amplo- IPCA”. A proposta vai ao encontro de algo que o governo de Lajeado implantou a partir de 2017 (de 2013 a 2016 usavam uma média do IPCA, IGPM e INCC), mas que ainda não está regulamentado. Sobre isso, a administração lajeadense trabalha na criação de uma “Lei de Responsabilidade Fiscal e Tributária”.

Pedágios e isenções

O Governo de MG apresentou as propostas para a concessão da BR-452. Em audiência com moradores de Perdizes, onde será instalado um dos pedágios, o Executivo estadual informou sobre o modelo de desconto para usuários frequentes. A proposta é o abatimento progressivo e acumulativo no valor da tarifa para veículos leves que passam na mesma praça de pedágio e utilizam o sistema de pagamento automático. Pela simulação, a tarifa inicial de R$10,66 cairia para R$9,86 a partir da segunda viagem e poderia chegar a R$3,80 a partir da 30ª viagem do mês.