Aos 79 anos, Padre Silvério Schneiders morre em Nova Bréscia

igreja em luto

Aos 79 anos, Padre Silvério Schneiders morre em Nova Bréscia

Natural de Arroio do Meio, o sacerdote era responsável pela paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Capitão. Missa será celebradas às 7h em homenagem póstuma ao pároco

Por

Atualizado quinta-feira,
10 de Junho de 2021 às 10:27

Aos 79 anos, Padre Silvério Schneiders morre em Nova Bréscia
Em março de 2020, o padre celebrou uma missa para abençoar o asfalto que chegava a Capitão. Foto: Divulgação
Vale do Taquari
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

Após mais de dois anos de luta contra a leucemia, o Padre Silvério Schneiders faleceu no hospital de Nova Bréscia na noite desta quarta-feira, 9.

Nos últimos dias, ele realizava transfusão de sangue uma vez por semana com duas bolsas de sangue e uma de plaquetas.

As cerimônias de despedida ocorre nesta quinta-feira, 10, com uma missa que será celebrada na Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Capitão, pelo bispo Dom Aloísio Dilli, da Diocese de Santa Cruz do Sul.

A partir das 12h será velado na Igreja Matriz de Arroio do Meio. Na paróquia da Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, o padre foi ordenado em 6 de julho de 1968. Às 15h será rezada missa de corpo presente seguida o sepultamento no Cemitério Católico da Boa Vista, em Arroio do Meio

Batalhador e bem humorado

As piadas com o Grêmio durante a celebração da missa marcam a comunidade de Arroio do Meio. Além de tricolor fanático, Schneiders estava sempre disposto a levantar o astral dos fiéis.

De acordo com a secretária da paróquia de Capitão, Grasiela Salton Ames, o padre sempre tentava ajudar e confortar as pessoas à sua maneira. “Um padre simples e simpático”, resume Grasiela.

Sobre o padre

Silvério Schneiders nasceu em Arroio do Meio. Filho do professor Alvino José Schneiders e Ottilia Eidt Schneiders, tinha 12 irmãos, dos quais Luciano também é padre, atual pároco da Paróquia de Moinhos, em Lajeado.

Ele foi ordenado padre em 1968 e passou nas paróquias de Lajeado, Muçum, Rio Pardo, Ilópolis, Relvado, Encruzilhada do Sul, Travesseiro, Nova Bréscia e como missionário em Mato Grosso do Sul. Desde 2008 estava em Capitão. Tinha como lema: “Serei padre para servir com alegria”.

Nas paróquias onde atuou sempre transmitiu a mensagem de alegria e entusiasmo. Em Capitão, uma das alegrias do Padre Silvério era celebrar a missa mensal na cascata e Gruta Nossa Senhora de Lourdes.