Sou tecnologicamente viciada

opinião

Jéssica R. Mallmann

Jéssica R. Mallmann

Jornalista

Colunista do Caderno Você

Sou tecnologicamente viciada

Por

BRDE - Lateral vertical - Final vertical

Profissionalmente falando, esse aparelho é meu melhor amigo. As redes sociais, por exemplo, são a melhor forma de descobrir histórias, lançamentos de produtos, novidades do mercado… mas na vida particular  isso é um vício preocupante.

Desde então, estabeleci algumas regras de uso para amenizar a situação. E olha, não está sendo nada fácil mantê-las.

Você já percebeu que aqueles 20 minutinhos que a gente resolve dar uma “passada” no Instagram, do nada, viram horas?

Se perder no tempo é muito fácil com o pequeno aparelho. E quanto mais a gente tenta se livrar, mais coisas são fixadas a ele. Nem mesmo a CNH e o documento do carro foram poupados de estarem vinculados à tela.

Para “ir ao banco” basta apertar uma tecla; ao marcar consulta é só abrir o WhatsApp; encomendar o jantar nunca foi tão fácil e até desconto no abastecimento do carro eu consigo se fizer ele vinculado a um aplicativo específico da rede de postos. (Não estou reclamando, acho isso o máximo)

Uma coisa é fato: hoje não vivemos mais sem o celular. Ele, literalmente, virou uma extensão do nosso corpo. A facilidade que esse aparelho traz é fantástica. Mas o que não pode acontecer é ele comandar a nossa vida.

Por isso, todos os dias eu me desafio a me afastar um pouco mais da telinha. Me proibi de pegar o celular enquanto almoço ou estou na minha pausa de 30 minutos para leitura.

No passeio com a cachorra, às vezes, nem o levo junto para não correr riscos. Durante os treinos ele se mantém guardado. E assim vou amenizando essa loucura.

Várias vezes já me perguntei como antes, mais precisamente no ensino médio, eu conseguia fazer tanta coisa e agora não pratico nem metade dos meus hobbies. E olha que tinha aulas pela manhã, tardes e nos sábados.

Realmente a vida foi transformada com a tecnologia. Mas será que não estamos virando viciados e perdendo os prazeres do dia a dia?