Lajeadense perde quase R$ 4 mil em golpe do cartão clonado

Polícia

Lajeadense perde quase R$ 4 mil em golpe do cartão clonado

Os criminosos a induziram a baixar um aplicativo antivírus e ligar para um 0800 do banco específico

Por

Lajeadense perde quase R$ 4 mil em golpe do cartão clonado
Divulgação
Lajeado
Imec - Lateral vertical - Final vertical

Foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Lajeado nesta segunda-feira, 3, mais um caso de estelionato em Lajeado. O caso teria acontecido no dia 29 de abril. Uma mulher, de 39 anos, moradora do bairro Olarias, recebeu uma ligação telefônica supostamente de uma central de cartões, alertando que estelionatários haviam utilizado o seu cartão em Porto Alegre.

Então, os criminosos a induziram a baixar um aplicativo antivírus e ligar para um 0800 do banco específico. Antes disso, fariam um “teste”. Nesse teste, pediram um um Pix no valor de R$ 2.999. E mais tarde, um novo “teste”, dessa vez de um outro banco para o mesmo endereço, com um Pix no valor de R$ 999.

A vítima possui apenas alguns dados básicos do beneficiado que aparecem ao fazer o Pix, como nome completo e alguns dígitos do CPF. O caso agora é investigado pela Polícia Civil.

Mais golpes

Outro caso semelhante foi registrado ainda na sexta-feira, dia 30. O golpe é similar aos demais já registrados em Lajeado, quando o golpista se identifica como funcionário de uma agência bancária. Em seguida, ele alega que o cartão da vítima está clonado e orienta que um colega irá buscar o documento para realizar o bloqueio. Neste caso, o lajeadense entregou dois cartões e teve um prejuízo total de R$ 5.840. Pelo menos outras quatro situações similares já haviam sido registradas no município durante os últimos dias.