Tal mãe, tal filha

Moda & Estilo

Tal mãe, tal filha

Além de melhores amigas, elas compartilham os mesmos gostos e dividem o guarda-roupa

Por

Tal mãe, tal filha
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

Todas mães de menina sabem que, em algum momento, vão ter o seu guarda-roupa “invadido”, afinal, é comum que as pequenas experimentem as roupas e sapatos para imitar a mulher que é exemplo a elas.

Na fase da adolescência, ainda que as filhas busquem o estilo próprio, algumas peças do roupeiro da mãe não escapam da montagem de looks das jovens. No final, aquela peça preferida de uma, acaba servindo para a outra.

Mas será que mães e filhas podem usar as mesmas tendências? A resposta é sim. Não importa se elas são mais básicas, clássicas, esportivas ou glamourosas, se ambas gostam do mesmo estilo podem montar looks complementares ou até usar as mesmas peças.

Raica Franz Weiss (18) conta que sempre gostou da forma como a mãe, Leila Franz (39), se veste. “Ela é mais clássica, o que torna os looks atemporais e elegantes. Eu acho isso muito bom na hora de mesclar as roupas dela com as minhas, fica equilibrado”.

Visitar o guarda-roupa da mãe traz novas possibilidades para Raica na hora de montar o look. A jovem conta que isso a ajuda, principalmente, em ocasiões formais, em que precisa utilizar blazers e camisas. Ela se diverte ao reinventar as combinações, mesclando os dois estilos.

“Às vezes, chega até a ser engraçado, porque eu saio procurando pelo armário dela uma roupa e, quando vejo, é ela quem está usando, e vice-versa”.

 

Editorial Dia das Mães

Clique na galeria e confira os looks que mãe e filha podem usar

 

 

galeria