Sair das nossas caixas nos torna mais criativos

opinião

Cíntia Agostini

Cíntia Agostini

Vice-presidente do Codevat

Assuntos e temas do cotidiano

Sair das nossas caixas nos torna mais criativos

Por

Atualizado sábado,
01 de Maio de 2021 às 08:18

Vale do Taquari
Imec - Lateral vertical - Final vertical

O Dia Mundial da Criatividade (World Creativity Day), que se autodetermina como o maior festival colaborativo de criatividade do mundo, ocorreu na semana passada entre os dias 21 e 22 de abril. Dentre as 120 cidades nas quais aconteceram os 1500 eventos virtuais, Lajeado novamente se fez presente e trouxe o debate da criatividade a partir de 13 percepções diferentes.

No evento como um todo, foram pesquisadores, professores, gestores e empresários demonstrando como se apropriam da criatividade a partir das suas vidas, dos negócios ou das relações sociais em geral. Aproveito esse momento no qual internalizamos muitas informações sobre essa temática e nos desafio a pensar naquilo que Giovanni Corazza nos indica, vamos sair das nossas caixas para depois conseguirmos voltar para nossas caixas. Ou seja, nos permitirmos sair da nossa zona de conforto, mudar nossa dinâmica de trabalho e de vida, faz sairmos da caixa e, aí sim, tendemos a pensar fora desta, criativamente e a partir de então, agir de forma diversa.

Se fizermos do mesmo jeito e nas mesmas condições, teremos o mesmo resultado. Fundamentalmente sair da zona de conforto é debater com os dissensos e não com os consensos. No entanto, quando tratamos desse tema, parece que está muito distante de todos nós e é nessa perspectiva que reforço que não está.

A criatividade serve para pensarmos nossas vidas e serve para pensarmos nossos negócios, como saímos das nossas caixas para nos propormos a fazer diferente, mais e melhor. Isso reforça a perspectiva de que não preciso contratar alguém ou comprar algo que me torne mais criativo e sim, depende de mim e do meu negócio. Ou seja, a caixa é minha e sair dela é responsabilidade minha.

Assim, fundamentalmente nesse momento, no qual estamos todos sendo desafiados a cada dia por uma crise de saúde pública que toma conta das nossas vidas e das nossas dinâmicas sociais e econômicas, precisamos nos apropriar da forma que seja mais adequada para cada um para sermos criativos e nos reinventarmos a cada dia.

Dessa forma, nossa compreensão deve estar em como, a partir de tantas informações, construímos conhecimento e, deste conhecimento, propomos soluções para problemas ou geramos oportunidades para nossos negócios. Essas soluções de problemas podem se dedicar para dentro dos negócios, na perspectiva de reduzir custos, otimizar processos, melhorar serviços ou para fora, ampliar mercado, qualificar relação com clientes, ampliar as relações na cadeia produtiva na qual o negócio está inserido, entre tantos outros aspectos que podem ser construídas soluções e ampliar o resultado dos negócios.

Por fim, aproveitemos o Dia Mundial da Criatividade para sairmos das nossas caixas, ampliar nossa vida a partir dos dissensos e nos permitirmos a ser criativos pessoalmente e profissionalmente.