Lajeado busca soluções a semáforos

Trânsito

Lajeado busca soluções a semáforos

Responsabilidade sobre sinaleiras junto ao Posto do Arco, na ERS-130, foi tema de reunião entre município e EGR. Centro da cidade também teve problemas ao longo dessa quarta-feira

Por

Lajeado busca soluções a semáforos
Semáforos na ERS-130, perto do Posto do Arco, estão com problemas desde o início de fevereiro (Foto: Fábio Kuhn)
Lajeado
CRON Previne - Lateral vertical - Final vertical

A responsabilidade da operação dos semáforos no quilômetro 73 da ERS-130, no bairro Santo André, em Lajeado, segue gerando debate entre a administração municipal e a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). Na manhã desta quarta-feira, 7, ocorreu uma reunião entre as partes que deu mais um encaminhamento para a situação.

Estiveram no encontro, além de representantes da administradora da rodovia, o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, e o presidente da Câmara de Vereadores, Isidoro Fornari Neto. Inicialmente havia uma intenção do município em tomar para si o controle dos semáforos, uma vez que eles estão fora de funcionamento desde o início de fevereiro.

No entanto, a reunião definiu que a EGR irá dar andamento na situação. O diretor administrativo-financeiro da empresa, André Arnt, explicou que o semáforo já existia quando o controle da rodovia passou para a EGR. “Não é a EGR quem coloca semáforos. A operadora anterior colocou o semáforo, mas o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (DAER) não reconheceu, nem pediu para retirar.”

Caumo apresentou o posicionamento da administração municipal sobre esta situação. “O município se envolve porque o entroncamento está em área urbana e precisamos de uma solução para o trecho. A EGR está encaminhando um estudo de viabilidade e voltaremos a nos falar em uma semana para a definição do que será feito.”

Já Arnt avaliou a reunião como “bastante produtiva” e que as partes tem entendimento da situação. “A EGR estuda outras formas de operar aquela região, para eventualmente não precisar ter aquele semáforo. Tem uma explicação porque o DAER não aprovou a colocação dele: nos finais de tarde e de manhã cedo ele atrasa bastante o tráfego entre Arroio do Meio e Lajeado.”

Transtornos na região central

A quarta-feira também foi de falhas nos semáforos do Centro de Lajeado. Foram pelo menos dois pontos fora de operação, na avenida Benjamin Constant, nas esquinas com as ruas Pinheiro Machado e Saldanha Marinho, além da necessidade de sincronização nos semáforos da avenida Senador Alberto Pasqualini.

O coordenador do Departamento de Trânsito do município, Vinícius Renner, indicou que irá acionar juridicamente a empresa responsável pela manutenção dos semáforos, a SSAT & Sinacom, de Santa Catarina. “Já convoquei eles para amanhã pela manhã nós vermos o que aconteceu. Independente disso, nós comunicamos ao jurídico que eles não cumpriram com o contrato. Eles não cumpriram a parte deles, então nós temos o dever funcional de comunicar esse problema”, argumentou.

Renner explicou que a empresa tem um posto na cidade, para atendimento das demandas. No caso dessa quarta, a SSAT foi comunicada às 11h30 do problema, e até as 14h não havia encaminhado solução, o que será levado para a reunião que acontece nesta quinta-feira, 08.