Plataformas de streaming amplificam alcance do esporte

opinião

Caetano Pretto

Caetano Pretto

Jornalista

Colunista esportivo.

Plataformas de streaming amplificam alcance do esporte

Por

Brasil
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

A maneira como vemos e entendemos o esporte está em constante evolução. O jornal e o rádio foram os primeiros modos de se acompanhar uma partida de futebol, por exemplo. Depois vieram a televisão e, mais tarde, a internet. Hoje é possível dizer que todo e qualquer campeonato ou competição pode ser acompanhado de casa. Uma nova tendência surgiu e veio para ficar: as produções e séries feitos pelos canais de streaming e para o Youtube.

Não falo apenas em competição, em acompanhar um jogo ao vivo via streaming. As séries esportivas estão cada vez melhores. Há uma nova parcela de telespectadores e fãs de esporte que ao invés de acompanhar uma competição, gastam o seu tempo na Netflix ou Amazon consumindo o esporte.

Destaco duas séries que foram estrondosos sucessos. A primeira é a Drive To Survive, que acompanha os bastidores da Fórmula 1. A produção é responsável por alavancar a audiência da maior modalidade do automobilismo nos últimos anos. Tendo inclusive aberto os olhos de uma geração que não era apegada às corridas. Eu fui uma dessas pessoas, que a partir da série passou a prestar mais atenção também nas corridas.

Outra série de grande sucesso foi a The Last Dance, que contou a trajetória do maior jogador de basquete de todos os tempos: Michael Jordan. A produção não só alavancou a procura pela NBA, como também fez os produtos da marca do Chicago Bulls alcançaram recordes de vendas.

Os números provam que o público de hoje não quer apenas ver o jogo de futebol, basquete, ou qualquer que seja o esporte. O público quer também consumir produções sobre eles. É um mercado que veio para ficar e pode amplificar a audiência e renda de ligas, equipes e atletas. Para isso, basta saber utilizá-lo da melhor forma.

Fórmula 1 retorna neste fim de semana

Falando em utilizar este mercado da melhor forma, é exatamente isto que faz a Fórmula 1. Na sexta-feira passada a Netflix lançou a terceira temporada de Drive To Survive. Novamente um sucesso.

Isso faz com que a expectativa para a temporada aumente. Mata a saudade do público e faz ele ficar ansioso para ver novamente os carros em ação. A temporada 2021 da maior modalidade do automobilismo começa neste fim de semana, com o GP do Bahrein.