Melhores e piores do Brasileirão

opinião

Ezequiel Neitzke

Ezequiel Neitzke

Jornalista

Coluna esportiva

Melhores e piores do Brasileirão

Por

Vale do Taquari
Imec - Lateral vertical - Final vertical

O Brasileirão chegou ao fim na semana passada com o Flamengo ficando com o título. Na semana passada, o colega Caetano Pretto escolheu os melhores na visão dele. Na segunda feira, foi a vez da CBF. Hoje apresento a minha e ela é muito parecida com a apresentada pelo Caetano. A defesa é praticamente a mesma. Weverton (Palmeiras), Calegari (Fluminense), Cuesta (Internacional), Gustavo Gómez (Palmeiras) e Guilherme Arana (Atlético-MG) foram os melhores defensores desse campeonato. Outros nomes que apareceram com destaque na defesa foram Matias Viña, Tadeu e Junior Alonso.

No meio campo, Patrick (Internacional), Arrascaeta (Flamengo) e Vina (Ceará). Poderiam aqui aparecer outros nomes como Edenilson, Raul, Raphael Veiga e Jair, mas o primeiro trio ajudaram seus clubes na excelente campanha no Brasileirão.

Meu ataque é formado por Marinho, Luciano e Claudinho. Mas Keno, Gabigol, Thiago Galhardo e Diego Souza também fizeram excelente campeonato e poderiam aparecer na seleção dos melhores.

O técnico para comandar essa seleção é Abel Braga. Pegou o Internacional em crise, recolocou na briga pelo título e no detalhe não foi campeão. Outro treinador que merece destaque é Marcão, do Fluminense. O comandante conseguiu colocar a equipe, que é bem limitada, na Libertadores nesta temporada.

Decepções

Além dos melhores, o Campeonato Brasileiro também teve os jogadores que deixaram a desejar. Alguns foram contratados a peso de ouro e não conseguiram repetir as boas atuações de temporadas anteriores. Minha seleção dos que mais decepcionaram foram: Vanderlei (Grêmio), Juanfran (São Paulo), Gustavo Henrique (Flamengo), Rhodolfo (Coritiba), Sidcley (Corinthians), Elias (Bahia), Daniel Alves (São Paulo), Lucas Lima (Palmeiras). Luan (Corinthians), Michael (Flamengo) e Kalou (Botafogo). Pra comandar essa seleção toda é Vanderlei Luxemburgo.

Pitacos do Gauchão

Todo ano dou meus palpites sobre quem pode surpreender e decepcionar no Gauchão. Acredito que Pelotas e São Luiz esse ano retornarão à Divisão de Acesso. Já o título do interior deve ficar entre Aimoré, Novo Hamburgo e Ypiranga. A final deste ano deve ser entre Grêmio e Internacional.