FALTA O RECHEIO!

opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

FALTA O RECHEIO!

Por

CRON Previne - Lateral vertical - Final vertical

O trabalho artístico realizado em uma parte do antigo prédio da Cervejaria Polar é de encher os olhos. Mas é pouco para a gama de oportunidades abertas para o local. Aparentemente, o projeto de demolição de uma área do imóvel para a construção do novo Fórum da Comarca de Estrela tende a ser engavetado nos próximos meses. E não basta evitar a demolição da história. É preciso pensar em soluções plausíveis e sustentáveis para o uso consciente e lucrativo do nobre espaço às margens do Rio Taquari. Por ora, ainda falta um projeto audacioso para rechear a histórica estrutura. Incubadora para startups, espaços gastronômicos ou de coworking, museu, e ainda o uso por diversos setores do funcionalismo são as propostas ventiladas nos últimos meses.

(Arquivo A Hora/Ramiro Brites)


Até abril?

A previsão é temerária. De acordo com gestores da região, o cenário de bandeira preta e quase lockdown na região tende a seguir durante todo o mês de março. Tudo pode mudar, claro. Basta analisar o histórico do governo estadual durante o combate à pandemia. Mas, se confirmada as tendências apresentadas aos chefes de Executivo pelos técnicos da área da saúde, a situação não deve ser normalizada até o mês de abril.


Sessão dominical

Em Teutônia, a Câmara de Vereadores realiza sessão extraordinária no domingo, dia 28 de fevereiro, às 10h. Na pauta, um só projeto de lei, que autoriza “repasse de auxílio financeiro à Associação Ouro Branco, destinada a ampliação da estrutura hospitalar em decorrência da pandemia”.


RGE

Em Encantado, o vereador Carlos Eduardo da Silva solicita uma audiência Pública com representantes da RGE Sul. Ele afirma que recebeu muitas reclamações de “constantes e prolongadas falta de energia elétrica no município, especialmente nas comunidades da área rural, que por vezes chegam a ficar de dois a três dias sem energia elétrica”.


Queremos vacinas!

(Foto: DIvulgação)

Até a sexta-feira da semana passada, o nosso vizinho Chile havia administrado 15,03 doses da vacina para cada 100 habitantes, conforme informações divulgadas na plataforma Our World in Data, da Universidade de Oxford, no Reino Unido. É um número muito superior às 3,07 doses no Brasil, 1,48 na Argentina e 1,22 no México, por exemplo. Como não há remédio para vencer a covid-19, precisamos agilizar a imunização. É essa, e somente essa, a grande missão dos nossos gestores. Todo o resto já foi provado em 2020.


Trânsito e DAER

O governo de Lajeado deve mesmo pleitear o uso de parte do imóvel do DAER, localizado no entroncamento entre as avenidas Alberto Pasqualini e Benjamin Constant. A proposta é utilizar parte daquele considerável espaço ocioso para instalar o Departamento Municipal de Trânsito.


Ventiladores

Nessa sexta-feira, o governo de Lajeado autorizou a compra de mais seis ventiladores mecânicos para atender pacientes covid-19 no Hospital Bruno Born (HBB) — a ideia original era alugar, a um custo de R$ 39 mil mensais. O material custará entre R$ 110 mil e R$ 150 mil e deve ser entregue até sexta-feira. Com a nova aquisição, a principal casa de saúde no Vale do Taquari passa a contar com 51 instrumentos. Mas, por ora, nem todos são exclusivos para o combate à covid-19.


Coalizão em Estrela

A proximidade entre o prefeito Elmar Schneider (PTB) e alguns antigos “adversários” do pleito passado chama a atenção em Estrela. Segundo os apostadores de plantão, a grande coalização formada pelo ex-prefeito Carlos Rafael Mallmann (MDB) tende a continuar em 2021. No legislativo, por exemplo, já é possível perceber a fraqueza de uma sempre necessária oposição.


Corsan

A Câmara de Lajeado criou a Comissão Especial para verificar o contrato entre a administração municipal e a Corsan. A primeira reunião estava agendada para essa segunda-feira, mas foi cancelada em função do agravamento da pandemia. O encontro deve ocorrer na próxima segunda-feira, por meio de videoconferência.


Respostas

Em Arroio do Meio, só uma contribuinte utilizou o Portal da Transparência para buscar informações no site oficial do município em 2021. O pedido é do dia 13 de janeiro e, de acordo com o site, ainda aguarda a reposta. Ela quer saber detalhes “sobre a isenção de ITBI”.