Em reunião com prefeitos, Leite sugere suspensão da cogestão por uma semana

Reunião

Em reunião com prefeitos, Leite sugere suspensão da cogestão por uma semana

Governador quer novamente ouvir opinião de prefeitos e presidentes de associações regionais antes de bater o martelo. Discussão virtual ocorre neste momento

Por

Atualizado quinta-feira,
25 de Fevereiro de 2021 às 15:01

Em reunião com prefeitos, Leite sugere suspensão da cogestão por uma semana
(Foto: Reprodução)
Estado
CRON Previne - Lateral vertical - Final vertical

O governador Eduardo Leite sugeriu, em reunião que ocorre neste instante, o fim do sistema de cogestão no distanciamento controlado. O argumento é que o Estado passa pelo pior momento da pandemia, com os hospitais à beira de um colapso.

A decisão, porém, não é definitiva. Leite pretende ouvir os representantes das associações regionais e a Famurs antes de bater o martelo. Na segunda-feira passada, a cogestão foi mantida após uma reunião do governador com os prefeitos gaúchos.

“Em dezembro, numa situação bem menos grave que a atual, decidimos conjuntamente pela suspensão da cogestão. Discutimos isso na última segunda-feira e não foi o entendimento dos prefeitos. Por isso, acho que merece uma nova discussão. Precisamos de um comando único”, comentou.

A sugestão de Leite é que a cogestão seja suspensa, inicialmente, por uma semana, a partir deste sábado, 27, até o próximo domingo, 7 de março. Na manhã desta quinta-feira, 25, o Comitê Científico de Apoio ao Enfrentamento à Pandemia Covid-19 do Estado publicou um documento recomendando a suspensão imediata da cogestão.

A reunião deve se estender até as 16h e pode ser assistida neste link. Após, Leite terá agenda fechada com o gabinete de crise e, às 17h, participa de uma live onde anunciará as decisões tomadas com os prefeitos e associações regionais e também e os resultados da nona rodada do Epicovid19.