Estado confirma bandeira preta para o Vale, mas mantém cogestão

Agravamento da pandemia

Estado confirma bandeira preta para o Vale, mas mantém cogestão

Eduardo Leite atendeu aos apelos dos prefeitos e regiões podem adotar regras menos restritivas. Horário de suspensão de atividades é antecipado para as 20h

Por

Estado confirma bandeira preta para o Vale, mas mantém cogestão
Estado

O Gabinete de Crise decidiu indeferir, nesta segunda-feira, 22, os pedidos regionais de reconsideração ao mapa preliminar da 42ª rodada do Distanciamento Controlado. Com isso, o mapa definitivo permanece com 11 regiões em bandeira preta, que somam 68,4% da população gaúcha em situação de risco altíssimo para esgotamento da estrutura hospitalar e velocidade de propagação de coronavírus. Entre elas, está a região de Lajeado.

É o maior número de regiões no pior nível do sistema de enfrentamento à pandemia no Estado até agora. Até então, o RS só havia tido duas rodadas com bandeira preta: na 32ª semana (de 15 a 21 de dezembro), com duas regiões, e a última, na 35ª rodada (de 5 a 11 de janeiro), com uma bandeira preta.

As outras 10 regiões Covid ficaram em bandeira vermelha, o que representa risco alto. A vigência da classificação começa à 0h desta terça-feira, 23, e vai até as 23h59 do dia 1º de março.

Além disso, o governo do Estado ampliou a suspensão geral de atividades, antecipando o horário de início, de 22h para 20h.

COGESTÃO

Após ouvir associações regionais, prefeitos e entidades, o Gabinete de Crise decidiu manter a cogestão regional. Assim, as regiões em bandeira preta que aderiram ao sistema compartilhado podem adotar os protocolos próprios compatíveis até o nível de restrição da bandeira vermelha, desde que previstos nos seus planos. O mesmo vale para as regiões em vermelho, que podem adotar regras até o nível de laranja, desde que tenham plano de cogestão.

Das 21 regiões Covid, 19 aderiram ao sistema compartilhado. As duas únicas regiões que não fazem parte da cogestão e, portanto, devem seguir os protocolos determinados pelo Estado são Guaíba e Santa Maria.