Com suspeita de surto, creche suspende aulas em Lajeado

Ensino

Com suspeita de surto, creche suspende aulas em Lajeado

EMEI no Campestre não atenderá alunos hoje, amanhã e na sexta-feira. Reunião da Secretaria da Educação e Vigilância Epidemiológica definirá ações

Por

Atualizado quarta-feira,
17 de Fevereiro de 2021 às 16:23

Com suspeita de surto, creche suspende aulas em Lajeado
Escola Municipal de Educação Infantil Criança Feliz, do bairro Campestre, não terá aulas nesta semana (Foto: Ramiro Brites)
Vale do Taquari
Imec - Lateral vertical - Final vertical

A possibilidade de surto de covid-19 suspende as aulas por tempo indeterminado na Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Criança Feliz, do bairro Campestre. São seis casos confirmados e dois suspeitos. A instituição permanecerá fechada pelo menos até sexta-feira, 18.

Conforme a Secretaria Municipal da Saúde não se pode afirmar a ocorrência de surto da doença na creche, uma vez que não há garantias de que as contaminações ocorreram dentro do ambiente escolar. “Neste caso específico, os casos confirmados foram ainda antes da volta às aulas, o que indica que provavelmente a contaminação não ocorreu na escola”, afirma a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Juliana Demarchi.

Os positivados estão afastados desde o início das aulas. Conforme o município, as pessoas contaminadas não estiveram presentes no período letivo de 2021. O resultado dos exames confirmatórios para a doença chegaram durante o feriado de carnaval.

Haverá hoje uma reunião entre a Secretaria da Educação e Vigilância Epidemiológica para analisar o caso e definir as ações necessárias.

De acordo com o governo, todos os protocolos sanitários serão aplicados, com a testagem de todos os casos suspeitos. Se confirmados, as aulas permanecerão suspensas.

O cancelamento das aulas nesta semana também faz parte da convenção adotada quando se identificam pessoas contaminadas pelo coronavírus nas escolas.

Juliana Demarchi busca ainda tranquilizar a comunidade. Ela destaca que, mesmo com a prioridade no atendimento da educação, há preocupação com a saúde dos estudantes e professores da rede municipal. “Por isso faremos esta suspensão temporária e avisaremos assim que for possível a retomada da atividade”, reforça a coordenadora.

As creches do município haviam retomado as atividades presenciais desde o dia 20 de janeiro.