Contra a intolerância

opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Contra a intolerância

Por

Lajeado

A 19ª Delegacia de Polícia Regional de Interior (19ª DPRI) terá nova titular a partir de quinta-feira. No lugar do delegado José Romaci Reis (que assumirá a Delegacia de Pronto Atendimento), assume a unidade em Lajeado a delegada Shana Luft Hartz. Ela vem de Porto Alegre, onde atuava como diretora do Departamento Estadual de Proteção a Grupos Vulneráveis (DPGV). E isso é muito interessante. Essa unidade da Polícia Civil, criada em 2019, trata de crimes de intolerância racial, sexual, religiosa, entre outras tantas que se tornaram pauta com maior intensidade nos últimos anos. Shana traz essa experiência “nova” para o Vale do Taquari, e isso é muito positivo. Tais crimes costumam ser velados. E ter uma especialista na área é fundamental para amenizar os problemas.


Deputados para o Vale

O assunto esquenta nos bastidores. A necessidade do Vale do Taquari contar com representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal é cada vez mais latente. Nos bastidores, os nomes de Emanuel Hassen de Jesus (PT), o Maneco, e Douglas Sandri (NOVO), surgem como dois grandes expoentes para o pleito do ano que vem. Da mesma forma, o nome do prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo (PP), começa a ganhar força como possível postulante ao cargo de Deputado Federal. Por ora, ele descarta deixar a prefeitura lajeadense em 2022. Mas tudo pode mudar.


Deputados para o Vale II

Como é de costume, partidos devem lançar candidaturas próprias. Mas com mudanças. No PSDB, por exemplo, Mariela Portz foi candidata e recebeu 11.775 votos. Desta vez, a tendência é um apoio ao candidato do Partido Novo. Já o MDB aguarda um posicionamento do deputado estadual Edson Brum, ligado oficialmente ao Vale do Rio Pardo, mas com atuação destacada, também, no Vale do Taquari. Caso o parlamentar opte por uma vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE), Rafael Mallmann, Sidnei Eckert, Márcia Scherer ou Paulo Kohlrausch têm mais chances de êxito.


Luciano Huck e Eduardo Leite

Sobre as eleições presidenciais de 2022, e de acordo com o deputado estadual e presidente do PSDB/RS, Mateus Wesp, a possibilidade de uma dobradinha entre o empresário Luciano Huck e o governador Eduardo Leite está descartada. A possibilidade foi “ventilada” na grande mídia. Mas, para ele, é pura especulação. Em entrevista ao programa Frente e Verso, nessa sexta-feira, o parlamentar também falou sobre a “costura” para elevar o nome do chefe do executivo estadual gaúcho ao patamar de presidenciável. De antemão, é possível afirmar: a disputa será dura contra o governador de São Paulo, João Dória, que já se autoproclamou candidato à presidência.


Celular na escola

Um dos fundadores do Movimento Direita dos Vales (MDV), Felipe Milani protocolou um requerimento na Câmara de Vereadores, sugerindo a revogação de uma lei municipal aprovada em 2001, na gestão do ex-prefeito Cláudio Schumacher. A norma proíbe o uso de celular nas salas de aula das escolas municipais. Vinte anos após a lei entrar em vigor, os avanços tecnológicos são latentes, justifica ele, e por isso a lei estaria defasada. Faz sentido. Hoje o celular se tornou uma ferramenta de ensino e, com prudência e bom senso, é possível liberar o uso. Outras nações já agem desta forma. O debate veio à tona após uma monitora da educação infantil da rede municipal ser exposta nas redes sociais. Ela foi fotografada com um celular em mãos, dentro de uma sala de aula.


Poucos “Fura Filas”

O assunto ganhou repercussão. Aqui mesmo neste espaço. Mas, passados alguns dias, a impressão é de que o problema não é tão grande como fora anunciado. São poucos casos Brasil afora. Aliás, por ora são apenas denúncias. Até essa sexta-feira, eram 1.065 denúncias encaminhadas por meio das ferramentas disponibilizadas pelo Ministério Público em todo o país. E estamos falando de um país com quase 5 milhões de pessoas já vacinadas. Ou seja, um índice baixíssimo de “fura filas”.


Segue a boa ação!

Marketing e boa ação. A construtora Diamond renovou o termo de autorização de “uso de locais nas vias públicas de Lajeado para instalação de dispenser de álcool gel 70%, visando cuidados de higiene para evitar a propagação do covid-19”. Com o aditivo, os dispositivos instalados na área central da principal cidade do Vale do Taquari devem ficar mais quatro meses à disposição da população.


Mais 60 dias

O governo de Lajeado prorrogou por mais 60 dias o prazo de conclusão das obras do novo entroncamento entre as ruas Bento Rosa, Décio Martins Costa e Capitão Leopoldo Heineck, no centro da cidade. É o novo acesso ao parque Ney Arruda, localizado às margens do Rio Taquari.


Mais 180 dias

O governo de Lajeado prorrogou por mais 180 dias o prazo de entrega do novo viaduto na Av. Benjamin Constant sobre a ERS-130, entre os bairros Florestal e Montanha. A obra é realizada com recursos do Ministério das Cidades, por meio do Programa Pró Transporte – Avançar Cidades.