“Temos que pegar o que se tem de bom e agregar”

DESENVOLVIMENTO

“Temos que pegar o que se tem de bom e agregar”

Vice-prefeito de Encantado, Jonas Calvi, participou do programa Frente e Verso, da Rádio A Hora 102.9, na manhã desta quarta-feira, quando destacou sobre o movimento pela inovação e tecnologia que vem sendo desenvolvimento no município. Além disso, tratou sobre o trabalho para a implantação de um Parque Tecnológico

Por

“Temos que pegar o que se tem de bom e agregar”
(Foto: Ana Carolina Becker)
Vale do Taquari
Imec - Lateral vertical - Final vertical

O vice-prefeito de Encantado, Jonas Calvi, que também ocupará o gabinete de Inovação e Tecnologia, participou do programa Frente e Verso, da Rádio A Hora 102.9, na manhã desta quarta-feira, 27. Na ocasião, destacou o trabalho que está sendo feito para ingressar na rota da inovação com a instalação do gabinete e de caminhos para implantar o Parque Tecnológico.

Conforme Calvi, o gabinete ficará hierarquicamente no mesmo nível do prefeito e vice, podendo dar suporte para todas as secretarias. A iniciativa quer promover a inovação no setor público, já que no setor empresarial isso vem sendo feito pela Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E) que estruturou o Comitê do Futuro que busca o projeto mais adequado para o município. Uma das sugestões, conforme matéria publicada na última semana, é o Programa de Desenvolvimento Econômico Local (Prodel) da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), que adota como propósito construir um modelo de gestão e planejamento que visa ampliar a capacidade econômica dos municípios, a geração de emprego e a qualidade.

Na área tecnológica, um grupo formado pelo prefeito Adroaldo Conzatti, o vice Jonas Calvi, membros da ACI-E, poder Legislativo e da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) campus de Encantado, irá a Pato Branco, no Paraná, na próxima semana, para conhecer a estrutura de Parque Tecnológico existente no município.

A expectativa é que o Parque Tecnológico fique localizado junto ao prédio do antigo curtume. No entanto, a aquisição do espaço ainda dependente de uma audiência entre Banrisul, governo do Estado e Encantado.

Ouça a entrevista na íntegra