Recuperação das margens será concluída até fevereiro

Estragos da enchente

Recuperação das margens será concluída até fevereiro

Município está na fase final de obras em pontos prejudicados pela enchente histórica de julho de 2020

Por

Recuperação das margens será concluída até fevereiro
Créditos: Arquivo A Hora
Lajeado
CRON Previne - Lateral vertical - Final vertical

Mais de meio ano depois de uma das maiores cheias da história do Rio Taquari, os trabalhos para a reconstrução de pontos danificados na orla continuam. A administração de Lajeado está na fase final do projeto de reparação dos locais danificados na barranca do rio.

Para facilitar a execução das melhorias, os pontos de recuperação foram divididos em dois lotes que totalizam 13 etapas. O investimento total é de R$ 4,2 milhões e são recursos oriundos do Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional.

O lote um inclui as oito primeiras etapas, sendo de responsabilidade da Construtora Giovanella. Já o lote dois, que será executado pela Construtora e Urbanizadora PAP, abrange da etapa nove à 13. O local com mais pontos de reconstrução é a rua Oswaldo Aranha, que compreende desde a etapa três até a 11. Já as etapas um e dois são na rua Bento Rosa, no bairro Hidráulica, e as etapas 12 e 13 são na Beira Rio. As empresas foram contratadas por meio de processo licitatório.

De acordo com o vereador Isidoro Fornari – que atuou como coordenador de Projetos Especiais da gestão 2017/2020 -, dois locais ainda precisam receber intervenções e as obras devem ser entregues até o final de fevereiro. “Iniciamos agora a recuperação do penúltimo ponto. É uma série de serviços que precisam ser realizados, como por exemplo a reconstrução das calçadas de passeio e a pavimentação”, comenta.

Fornari destaca a importância da recuperação da orla do Rio Taquari. “Se não existisse a possibilidade de recuperar esses espaços, certamente teríamos que fechar as vias prejudicadas, já que as ruas não teriam condições de serem utilizadas. É uma obra importante para fortalecer a orla e a barranca do Rio Taquari, e assim ajudar a diminuir os impactos e efeitos de futuras cheias”, finaliza.