Vegetação invade rodovias e amplia risco a motoristas

Região Alta do Vale

Vegetação invade rodovias e amplia risco a motoristas

Mato encobre placas de sinalização e desafia condutores nas estradas da região

Por

Vegetação invade rodovias e amplia risco a motoristas
Daer promete roçadas nos próximos dias, iniciando pela ERS-421. Trabalhos devem durar três meses. Créditos: Felipe Neitzke
Vale do Taquari
Imec - Lateral vertical - Final vertical

Estradas sinuosas e sem acostamento têm o agravante da falta de roçadas. Vegetação alta encobre placas de sinalização e prejudica a visibilidade dos motoristas. Situação que ocorre principalmente nas rodovias da região alta do Vale (ERS-421, ERS-423 e ERS-424).

As estradas são de responsabilidade do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer/RS) e principal acesso à BR-386. Muito utilizadas por veículos de carga para escoar a produção do setor primário.

Motoristas reclamam do matagal e cobram providências. Ismael Dalbosco, 38, é proprietário de madeireira no interior de Boqueirão do Leão. São pelo menos três viagens por dia utilizando a ERS-421, passando por Sério e Forquetinha. “É uma pena, asfalto novo, recém sinalizado e com proteção lateral, mas tomado pelo mato. Parece uma estrada abandonada”, relata o empresário.

A preocupação com acidentes levou o prefeito de Sério, Moisés de Freitas (MDB), a entrar em contato com o secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella. “O contato foi justamente no sentido de buscar uma alternativa para viabilizar a limpeza da margem da rodovia. O secretário sinalizou de forma positiva, garantindo o serviço nos próximos dias”, comenta.

Visibilidade comprometida

Na opinião do motorista Ronei Vedoy da Silva, 36, os lindeiros e proprietários de terras poderiam contribuir na limpeza da rodovia. “Abusam cultivando até no limite do asfalto, isso prejudica na limpeza das margens e, muitas vezes, bloqueia as valas laterais”, observa.

Ronei é motorista da prefeitura de Boqueirão do Leão. “Em média, cinco veículos da Secretaria de Saúde utilizam o trecho diariamente. O mato tira muito a visibilidade da estrada. O Daer deveria liberar para fazer roçadas ou contratar alguma empresa para executar o serviço”.

Cronograma do Daer

A partir da próxima semana, a 11ª Superintendência Regional de Lajeado promete iniciar, por meio de contrato de conservação, as roçadas na ERS-421, no trecho que perpassa Forquetinha, Sério e Boqueirão do Leão.

Na sequência, as mesmas operações serão feitas na ERS-435 (entre Putinga e Ilópolis) e depois na ERS-425, entre Nova Bréscia e Encantado. As intervenções devem durar cerca de três meses.

No início de fevereiro, via administração direta, o departamento tem expectativa de realizar roçadas na ERS-423 (entre Progresso e Marques de Souza) e na ERS-424, entre Canudos do Vale e Forquetinha.