CPI necessária!

opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

CPI necessária!

Por

Vale do Taquari

A Câmara de Lajeado estuda a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para averiguar, de fato, o cumprimento do contrato firmado entre o governo municipal e a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). O acordo firmado em 2008 pela ex-prefeita Carmen Regina Cardoso não agrada os novos gestores, vereadores e boa parte da comunidade. Recorrentes quedas no abastecimento de água e quase ausência de tratamento de efluentes domésticos são as queixas.


Nova secretária

Em Encantado, o governo municipal ainda estuda um nome para assumir a vaga deixada por Greicy Weschenfelder na Secretaria de Educação. E, segundo informações de bastidores, a próxima secretária deve ser Fabiana Dahm. Ela é professora da rede estadual de ensino. Greicy, por sua vez, voltará a lecionar nas salas de aula da rede municipal e estadual de Arroio do Meio.


Censo inconstitucional

Em Lajeado, o projeto de autoria da vereadora Ana Rita Silva Azambuja (MDB) que institui o Censo Municipal de Animais recebeu parecer pela “inconstitucionalidade”. A decisão do Departamento Jurídico da Casa legislativa foi apresentada no início da semana, durante reunião das comissões internadas da câmara de vereadores. A justificativa é “vício de iniciativa constatado”. A Comissão de Justiça e Redação acatou o parecer, que agora segue para votação em plenário.


Chamamento público

O Governo de Lajeado lançou um “chamamento público” para o credenciamento, junto ao poder público municipal, das “instituições financeiras (pessoas jurídicas e cooperativas de crédito) que tenham interesse em oferecer empréstimo/crédito consignado em folha de pagamento para os servidores públicos municipais, exclusivamente através da Plataforma/sistema a ser contratada pelo Município para a gestão e operacionalização de solução completa para o controle eletrônico de margem consignável.”


Controle Interno

Em Lajeado, a servidora pública Marinei Abech, ocupante do cargo efetivo de Controlador Interno, foi designada para exercer a Função Gratificada (FG) de Coordenadora da Unidade Central do Controle Interno durante o período de quatro a 25 de janeiro. A partir do dia 26 de janeiro, o servidor estável Adriano de Carvalho Lima, ocupante do cargo efetivo de Fiscal Fazendário, e com graduação em Ciências Contábeis, assume como Coordenador da Unidade Central do Controle Interno (UCCI).


Fogos sob análise

Outro projeto de autoria da vereadora Ana Rita Silva Azambuja (MDB), a popular “Ana da Apama”, que dispõe sobre “a proibição da queima, soltura e manuseio de fogos de artifícios e artefatos pirotécnicos de alto impacto sonoro, tecnicamente classificados como “fogos de estampido” e “artigos explosivos”” ficou retido nas comissões, aguardando correção de redação no projeto, e a convocação de empresários do ramo, representante do Conselho Municipal dos Idosos, e da Associação Pró-Autista de Lajeado Azul Como o Céu, para que opinem sobre o tema.


Semana cheia

Em Arroio do Meio, o novo Secretário da Agricultura Élcio Roni Lutz não pode reclamar de pouca demanda na pasta. Na semana passada, foram as máquinas da secretaria auxiliaram no fechamento de 71 silos, em melhorias de acessos em 10 propriedades, no enterro de 11 animais, no envio de 12 cargas de material e ainda um dia inteiro de serviço para enterrar os frangos mortos devido à falta de energia elétrica no município.


Assessores em Encantado

Uma situação inusitada na Câmara de Encantado. Por meio de oficio, o vereador Cristiano Costa Bassani (PSDB) solicitou ao presidente da casa a nomeação de um servidor para desempenhar a função de “Assessor de Bancada de Situação”. No caso, para auxiliar as siglas PSDB e PDT. Em resposta, a Assessoria Jurídica do legislativo encaminhou outro ofício. “Não existe e salvo engano, nunca existiu, Assessor de Bancadas exclusivo da bancada de situação ou oposição.”


Político X Técnico

A impressão é do (ainda) presidente da Amvat, Celso Kaplan, ex-prefeito de Imigrante e atual Secretário de Saúde em Estrela. Durante reunião com secretários municipais de saúde, na manhã de ontem, na sede da Amvat, ele ficou preocupado com a natural falta de aptidão médica de alguns colegas de municípios vizinhos e sugeriu, aos secretários de Saúde de Arroio do Meio e Teutônia, que busquem auxílio de técnicos para a distribuição correta das vacinas.


Espetacularização

O “efeito Dória” pegou de jeito a maioria dos gestores públicos em todo o país. Os atos de lançamento da vacina se tornaram eventos de grande magnitude e um esboço das eleições agendadas para 2022. Claro que existe o fato didático e pedagógico do processo de imunização. Mas a espetacularização, em alguns pontos do país, já está passando do limite. Mas nada que já não estivesse no plano dos nossos sabidos gestores, certo?