Vídeo: Após quase cinco meses, seu Vilmar volta para casa

Recuperação

Vídeo: Após quase cinco meses, seu Vilmar volta para casa

Por conta do Coronavírus, paciente de 52 anos chegou a ficar entubado por 66 dias na Ala Covid do Hospital Bruno Born

Por

Vídeo: Após quase cinco meses, seu Vilmar volta para casa
(Foto: Divulgação/AI HBB)
Lajeado

Após quase cinco meses, Vilmar Martins Oliveira, 52 anos, pode, finalmente, voltar para casa. Foram 149 dias de internação na Ala Covid do Hospital Bruno Born (HBB), de Lajeado – 84 deles na UTI Adulto, 66 dias entubado.

Na saída, festa e alívio. Em uma cadeira de rodas, procedimento normal em altas deste tipo, Seu Vilmar recebeu uma homenagem calorosa de representantes de todos os setores envolvidos em seu tratamento – Higiene, Nutrição, Enfermagem e o médico responsável, doutor Lucas Pereira Mallmann. Na portaria principal do HBB, reencontrou a esposa, irmãos, cunhada e filhos (de 6 e 18 anos), que não via há mais de quatro meses.

A internação ocorreu dia 12 de agosto de 2020, quando o paciente apresentava um quadro gripal. O resultado do exame positivo para covid-19 veio no mesmo dia da internação e, desde então, equipes do HBB travaram uma batalha pela recuperação de seu Vilmar.

“Ele necessitou de traqueostomia e, por estar fragilizado, desenvolveu algumas pneumonias na sequência. Também foi utilizado coagulante, mas o organismo não aceitou bem e gerou sangramentos. Todas estas questões foram fazendo-o ficar por mais tempo internado”, revela o médico. “Com o tempo ocorreu a evolução que permitiu sua alta. Ainda sai debilitado e com traqueostomia, mas passará por processo de reabilitação com acompanhamento de técnica de enfermagem, fonoaudióloga, fisioterapeuta e nutricionista.”

Mallmann destaca a alegria de ver um paciente receber alta, após tantos meses lutando contra uma doença difícil: “É uma sensação muito boa de que conseguimos dar o atendimento necessário para que ele pudesse voltar para casa, com a esposa e seus filhos.”

Até o meio-dia desta quinta-feira, a Ala Covid do HBB estava com 20 de seus 32 leitos ocupados: dois pacientes em observação; 10 na área de internação; e oito na UTI.

(Foto: Divulgação/AI HBB)