Nas mãos da Justiça

Putinga pode ter nova eleição

Em Putinga, Claudiomiro Cenci venceu eleição, mas teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral

Por

Atualizado segunda-feira,
16 de Novembro de 2020 às 09:20

Putinga pode ter nova eleição
Após vitória nas urnas, Cenci busca na Justiça Eleitoral a confirmação de sua chapa
Vale do Taquari

No município de Putinga, os votos foram apurados, mas a eleição ainda não acabou. Ao fim da contagem, o atual prefeito Claudiomiro Cenci (PP) foi o candidato mais votado. Ele fez 51,49% dos votos, contra 48,51 da candidata Diana Dalberto (PSD). A diferença foi de 101 votos.

No entanto, o resultado não garante mais quatro anos à frente do Executivo. Ao menos por enquanto. A chapa composta por Cenci e Paulo Lima foi indeferida pela Justiça Eleitoral e a campanha recorreu.

De acordo com o TSE, os votos obtidos pelos candidatos “sub judice” são registrados, porém, ficam “congelados”, sendo apenas validados, após o trânsito em julgado da decisão que deferir sua candidatura, ou seja, quando não couber mais recursos.

Indeferimento e recurso

No dia 26 de outubro, a sentença da juíza da 145ª Zona Eleitoral de Arvorezinha, Eveline Buffon, impugnou a coligação devido a alegações de irregularidades em convenção partidária na escolha do candidato a vice-prefeito.

Conforme as alegações, partidos teriam escolhido, em um primeiro momento, a candidata Ana Cason. Após novas deliberações, foi definido o nome de Paulo Lima, entretanto os documentos não retificaram a mudança.

A ação também aponta informações falsas na lista de presença com participação de pessoas que sequer teriam sido convocadas. Ainda cita o envio de duas atas do PDT.

A decisão foi confirmada por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS). A coligação recorreu e aguarda decisão judicial.