Surpresas e decepções do Brasileirão

opinião

Caetano Pretto

Caetano Pretto

Jornalista

Colunista esportivo.

Surpresas e decepções do Brasileirão

Por

Lajeado

Mesmo que em partes, uma vez que nem todas equipes jogaram 19 partidas, o Campeonato Brasileiro chegou ao fim do primeiro turno. Metade do caminho foi andado. Equipes antes favoritas perderam poder, outras desacreditadas passaram a sonhar. É possível vislumbrar o que acontecerá daqui para frente.

As principais surpresas se tratando de equipes são o Inter e o Fluminense. O Colorado tem boa equipe e um bom treinador, mas surpreende em ser o líder da competição. Já o Fluminense é o intruso na parte alta. Quarto colocado em meio à equipes superiores.

Do outro lado, a grande decepção é o Athletico. O time paranaense vem de títulos de Copa Sul-Americana e Copa do Brasil nos últimos anos. Nesta edição de Brasileirão, é o penúltimo colocado. Só está na frente do Goiás. Destaco também Bahia e Corinthians, 14º e 11º colocados.

Fluminense é a grande surpresa do campeonato até aqui


Galhardo é o goleador e o craque

Seleção do 1º Turno

Finalizada a primeira metade do campeonato, é possível ver também os jogadores que se destacaram. O melhor jogador do primeiro turno para mim é Thiago Galhardo. Sem dúvidas. Como revelação, elenco o goleiro Hugo Souza, do Flamengo. De quarto goleiro alçado à titularidade mesmo após o retorno de Diego Alves. A minha seleção tem o seguinte time:

Goleiro: João Paulo (Santos)
Laterais: Guga (Atlético-MG) e Guilherme Arana (Atlético-MG)
Zagueiros: Nino (Fluminense) e Gustavo Gómez (Palmeiras)
Volante: Thiago Maia (Flamengo)
Meias: Vina (Ceará) e Claudinho (Bragantino)
Atacantes: Marinho (Santos), Galhardo (Inter) e Pedro (Flamengo)
Treinador: Eduardo Coudet (Inter)