opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Pesquisa em Encantado

Por

Vale do Taquari

A Coligação Juntos Somos Mais (PP e MDB) ingressou com uma representação na Justiça Eleitoral para tentar censurar a pesquisa realizada pelo Instituto Methodus. Para tal, apresentaram três argumentos: ausência de informação do grau de instrução e nível econômico do entrevistado; ausência de informação sobre quem foi o responsável pelo pagamento do trabalho; e ausência do nome do candidato a vice-prefeito, Celso Cauduro (MDB). A juíza, claro, indeferiu a ação.

Pesquisa em Encantado II

Sobre o nível econômico do entrevistado, a juíza foi pontual. “Da mera leitura do questionário que acompanha a inicial, verifica-se que há, sim, questionamento específico acerca destas questões”. Sobre o responsável pelo pagamento do trabalho, ela novamente foi cristalina. “A mera juntada da nota fiscal supre qualquer falta neste sentido”. E foi além. “Não há necessidade, por ausência de previsão legal, de que tal informação conste do questionário entregue aos entrevistados.”

Pesquisa em Encantado III

A juíza também descaracterizou qualquer ilícito na ausência do nome do candidato a vice-prefeito. “Em nada macula o resultado da pesquisa ou visa confundir o entrevistado. Trata-se de requisito não previsto na Resolução 23600/19 e, dessa forma, não existe razão para intromissão do Poder Judiciário na referida pesquisa”. Basicamente, a juíza afirma que a coligação ingressou em juízo com um pedido manifestamente impossível.

Pesquisa em Encantado IV

O atual prefeito Adroaldo Conzatti (PSDB) larga com ampla vantagem sobre o seu atual vice-prefeito e agora adversário, Enoir Cardoso (PP). O experiente tucano vence na menção espontânea, aumenta a vantagem na menção estimulada, e de lambuja ainda possui índice menor de rejeição. É uma dura batalha para a Oposição. Além de lidar com o seu ex-adversário histórico (o MDB), o PP terá a indigesta missão de tentar desconstruir um governo do qual ele próprio fez parte.


Aumento no IPTU

Em Lajeado, o governo encaminha à Câmara, ainda nesta semana, o projeto de lei para reajuste do IPTU. A proposta prevê aumento de 3,1% para 2021 (IPCA foi 3,14%). É o mesmo critério dos últimos anos. Também será mantida a opção de pagamento com 15% de desconto para o fim de fevereiro.


Fórum X Legislativo

É muito danoso o ruído entre o Fórum das Entidades e uma boa parte dos vereadores lajeadenses. O questionável questionário apresentado aos parlamentares, como forma de supostamente medir a produtividade dos nobres edis, é controverso e gerou indignação no plenário. Há questões de cunho ideológico e pessoal entre os critérios de medição. E isso, por si só, dá razão para as duras reclamações. Ademais, cabe ao Fórum das Entidades escolher com um exímio critério os seus interlocutores junto ao plenário.


Frente a frente

O Comandante César (MDB) foi o terceiro dos sete candidatos a prefeito de Estrela a participar da sabatina do programa Frente e Verso. Visivelmente, ainda falta traquejo político ao coronel aposentado da BM. E isso, de certa forma, foi defendido por ele mesmo durante a conversa. Ao se autodenonimar como a “renovação”, ou como o verdadeiro nome novo na política municipal, ele antecipa e justifica intrinsecamente a sua inexperiência para uma campanha eleitoral.


Frente a frente II

É um estilo diferente. Ele não faz o estilo do velho político, e isso pode gerar votos. César foi bem, por exemplo, ao não bajular o atual prefeito e principal cabo eleitoral de sua campanha, Carlos Rafael Mallmann (MDB). Inicialmente, garantiu que não aceitará ingerência, mas estará aberto ao diálogo. Após, criticou a doação de parte do prédio da Polar à Justiça Estadual. Por fim, decretou. “O ciclo do Rafael está acabando, e vem aí um novo ciclo,” afirma. “Vai ser o meu governo”, crava.


Cidade para os idosos!

A Assistência Social é uma preocupação dos três candidatos a prefeito de Teutônia. Especialmente em relação aos idosos. No Plano de Governo de Celso Forneck (PDT), consta a necessidade de um “estudo da viabilidade de implantação de uma casa de acolhimento para idosos (creche para idosos). Já o candidato Jonatan Brönstrup (PSDB) sugere “criar, junto ao Conselho do Idoso, um local para um Centro de Acolhimento diurno de entretenimento e lazer aos idosos”. Por fim, o candidato Ariberto Magedanz (PP) “sugere Criar a rede municipal de atendimento ao idoso, integrando saúde, educação, assistência social, lazer e cultura”.


Menos dois

Em Teutônia, só duas candidaturas foram indeferidas em um universo de 145 candidatos a vereador. Além de Salete Zwirtes, do Republicanos, a Justiça Eleitoral não concederá o direito de concorrer a Claudinei Marques, do PT.