Vírus controlado?

Pandemia não vai piorar, prevê estudo de professor da UFRGS

Estudo de Álvaro Krüger Ramos indica que auge da pandemia no RS passou, entretanto e desaceleração do vírus deverá ser lenta

Por

Atualizado sexta-feira,
25 de Setembro de 2020 às 09:22

Pandemia não vai piorar, prevê estudo de professor da UFRGS
HBB já se prepara para receber possíveis pacientes infectados com o Coronavírus
Estado

Agosto e setembro foram meses de estabilização do coronavírus no Rio Grande do Sul. Agora, a tendência é de uma queda lenta no número de casos até a chegada de uma vacina. Essa é a previsão dos estudos realizados pelo doutor em matemática e professor da UFRGS, Álvaro Krüger Ramos.

Para o professor, essa tendência é positiva pois aponta para a suficiência de atendimento nos hospitais gaúcho. “(Pandemia) não vai piorar e isso é uma vitória, pois conseguimos passar sem um colapso no sistema de saúde”, comemora.

Álvaro Krüger

O ponto ruim é a desaceleração lenta, ressalta Ramos. Até o fim de outubro, o doutor prevê que o estado deverá ter mais de 2 mil casos registrados por dia. Conforme Ramos, apenas a vacina será capaz de fazer o número de infectados pela covid-19 diminuir de forma drástica.

O professor alerta que ainda é necessário manter os cuidados de distanciamento e uso de máscaras. Cita o exemplo negativo de países europeus, onde se abriu setores como o de eventos e turismo, o que gerou uma segunda onda da pandemia.

Ramos também avalia como correto o cancelamento ou adiamento de eventos no início de 2021 e analisou de forma positiva o sistema de Distanciamento Controlado do governo do RS, embora perceba falhas no decorrer de sua operação.

Ouça entrevista completa no link: