Orla do Rio Forqueta

Parque em Marques de Souza será “cartão de visitas” do Vale do Taquari

Área de Lazer é edificada em um espaço de nove hectares às margens do Rio Forqueta e próximo da BR-386

Por

Parque em Marques de Souza será “cartão de visitas” do Vale do Taquari
Projeto do Parque Municipal Nova Berlim da Forqueta, em Marques de Souza
Vale do Taquari

Parque Municipal Nova Berlim da Forqueta. Esse será o nome da área de lazer planejada às margens do Rio Forqueta, em Marques de Souza. No espaço de nove hectares entre a BR-386 e ponte com Travesseiro está previsto a construção de pista de caminhada, ciclovia, belvedere, jardim sensorial e espaços para a prática esportiva.

O projeto de Marques de Souza é baseado na orla do Lago Guaíba, em Porto Alegre e Guaíba. Surgiu após uma das visitas do prefeito Edmilson Dörr, o “Brida”, à capital do estado.

“Vi a recuperação das margens do Guaíba. No outro dia olhei para a foto aérea da cidade de Marques de Souza e me lembrei dos tempos de infância, quando a gente tinha como diferencial o Rio Forqueta, onde passávamos o dia”, resume.

Primeiro passo para o projeto se tornar realidade, segundo Brida, foi a aquisição da área de terras. Cerca de R$ 165 mil foram investidos em desapropriação amigável com herdeiros da família Dörr. O governo municipal também usou recursos próprios para pagar R$ 1,3 milhão por uma área de Germano Nied.

Brida agradeceu o apoio dos ex-proprietários das áreas de terras e afirma que eles poderiam ter ganho mais dinheiro se tivessem deixado os terrenos para outros fins. “Eles acreditaram no projeto”, afirma.

Para Brida, o novo parque de Marques de Souza será um “cartão de visitas” para o Vale do Taquari. Lembra que a área de lazer estará localizado em fácil acesso, próximo à rodovia federal e na área central do município.

Brida participou de entrevista na Rádio A Hora na manhã de hoje

Andamento da obra

O governo municipal conseguiu duas emendas parlamentares de R$ 250 mil cada. Mesmo conquistados faz dois anos, os recursos só foram recebidos neste ano. “A gente já queria ter a pista de caminhada e ciclovia neste verão, mas tivemos dores de cabeça com a burocracia”, lamenta Brida.

Conforme o prefeito, já foi licitada o investimento para delimitação da pista, base e parte da iluminação, além de construção de quiosques e pergolados. Essas obras estão sendo executadas atualmente.

Até o fim de 2020, Brida estima concluir a iluminação e construção de um belvedere às margens do Rio Forqueta. O governo também pretende finalizar a pista de caminhada e de ciclismo.