Coronavírus

Lajeado avalia protocolos para evitar disseminação de vírus no Presídio Estadual

Reunião no Gabinete do Prefeito ocorreu na manhã desta terça-feira. Ontem, a casa prisional registrou o primeiro detento infectado

Por

Lajeado avalia protocolos para evitar disseminação de vírus no Presídio Estadual
Lajeado

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira, dia 30, no gabinete do prefeito Marcelo Caumo, foi avaliado o protocolo adotado para conter a disseminação do novo coronavírus no Presídio Estadual de Lajeado (PEL). Diante do contágio de um apenado de 42 anos de idade, que teve sua contaminação pelo coronavírus confirmada na segunda-feira, dia 29.

O grupo formado pelo chefe do Executivo lajeadense, representantes das secretarias municipais de Saúde (Sesa) e da Segurança Pública (Sesp), da Vigilância Epidemiológica, da promotoria e defensoria pública, PEL e também do Hospital Bruno Born avaliaram as medidas já adotadas e discutiram novas ações dentro da casa prisional que possui em torno de 350 apenados.

O apenado infectado está totalmente isolado dos demais apenados. Ainda na segunda-feira, apresentava sintomas de cefaleia e picos febris (entre 37 e 37,8 graus de temperatura corporal), sendo que já mais tênues em comparação com o quadro clínico inicial verificado na quinta-feira passada, dia 25.

Por sua vez, os seis apenados que tiveram contato com o infectado estão em uma outra cela isolada do restante dos apenados. Estes seis presos estão sendo monitorados de perto com o objetivo de verificar se apresentam algum tipo de sintoma compatível com a Covid-19, tendo a temperatura corporal verificada diariamente. O uso de oxímetro que aponta a quantidade de oxigênio presente nas células também está sendo adotado. Além disso, todos concordaram e tomaram ivermectina, que passou a ser administrada em diversos países como medida profilática, ou seja, preventiva contra a Covid-19.

O uso de máscaras por todos apenados também é outra medida de proteção. Também será feita diariamente a aplicação de sanitizante hospitalar nas duas galerias do PEL e demais espaços. A solução utilizada é formada por uma base de biguanida polimérica com quaternário de amônia, que forma uma película sobre a superfície onde é aplicada, agindo por alguns dias e eliminando inúmeros tipos de vírus e bactérias existentes, inclusive o coronavírus.

Ainda na segunda-feira, segundo o diretor do PEL, Ricardo Tessmann, foi feita a limpeza do piso, paredes e grades das galerias do presídio com uma solução que continha água sanitária. Ele destaca que todos que entram no presídio precisam ter a temperatura corporal verificada, assim como os apenados que apresentam algum tipo de sintoma compatível com a Covid-19. Desde março de 2020, as visitas ao presídio foram suspensas como medida preventiva. A disponobilização de álcool em gel em cada uma das galerias, assim como a utilização de luvas pelas equipes de limpeza e também dos que preparam a alimentação dos apenados já está sendo adotada. Tessmann também realizará uma nova análise que identificará quantos apenados apresentam comorbidades dentro do presídio.

A Sesa de Lajeado está analisando o protocolo do uso de medicamentos dentro do presídio. Por enquanto, foi administrada a ivermectina, mas não descarta-se a utilização de hidroxicloroquina e azitromicina em apenados que possam apresentar sintomas da Covid-19.

Outra medida a ser adotada é a utilização de vapor de ozônio nas galerias. Por meio de um equipamento, que funciona nos ambientes por cerca de 20 minutos, ocorre uma reação química que transforma o oxigênio (O²) em ozônio (O³). Este, por sua vez, teria uma função descontaminante dos ambientes, eliminando a presença do coronavírus nos locais.

Vale ressaltar que o PEL conta com uma equipe de saúde prisional disponibilizada permanentemente pela Prefeitura de Lajeado, que acompanha a evolução do quadro de perto. Inclusive, além da equipe que atua diariamente no PEL, foi encaminhada uma médica no local para verificação de sintomáticos. A princípio, apenas um apenado apresentava sintomas nesta primeira triagem. Novas triagens serão realizadas diariamente.