Sem ministro

Com falhas no currículo, Decotelli desiste do MEC

Professor foi nomeado no dia 25, mas nem chegou a ser empossado para o cargo

Por

Atualizado terça-feira,
30 de Junho de 2020 às 19:47

Com falhas no currículo, Decotelli desiste do MEC
O professor Carlos Alberto Decotelli entregou carta de demissão nesta terça-feira
Brasil

O professor Carlos Decotelli entregou nesta terça-feira, 30, a carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro. Informação circula em meios de comunicação de âmbito nacional.

Ele teve a nomeação para o Ministério da Educação publicado no Diário Oficial da União na quinta-feira, 25, mas sequer chegou a tomar posse.

Uma cerimônia para empossar o professor estava marcada para hoje, mas havia sido adiada. Decotelli também chegou combinar uma reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que foi cancelada sem motivos. Estes já eram sinais da desistência de Decotelli do cargo.

Incoerências no currículo

Principal motivo apontado para a saída de Decotelli foi incoerências no currículo. O professor chegou a alterar o documento na plataforma Lattes após instituições divulgarem que ele não teria concluído etapas que dizia ter concluído.

Entre as divergências está a nomeação de bacharel em Ciências Econômicas pela UERJ, Mestre pela FGV, Doutor pela Universidade de Rosário, Argentina e Pós-Doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha.