opinião

Fernando Weiss

Fernando Weiss

Diretor de Mercado e Estratégia do Grupo A Hora

Coluna aborda política e cotidiano sob um olhar crítico e abrangente

Parabéns, Lajeado. Agora é cuidar para manter o controle

Por

Vale do Taquari

Lajeado lidera o número de casos absolutos de positivados para Covid-19 no RS. Um desavisado diria que Lajeado, então, é a capital gaúcha do coronavírus. Errado. Lajeado apenas tem uma radiografia mais detalhada sobre o número de infectados. E a conclusão é simples: testa muito, mas muito mais do que todas as demais cidades ou regiões do Estado. E por isso, tem mais casos. Ponto.

Por ter uma leitura mais precisa sobre a doença, Lajeado consegue ser mais assertiva nas suas estratégias de combate. E os números de internações e de procura pelos serviços nas casas de saúde provam o quanto a doença está sob controle – sob controle não significa tudo liberado.

Tanto é assim que o Hospital Bruno Born anunciou esta semana a redução dos leitos de UTI específicas para Covid-19. Nos postos de saúde, a procura também despencou. Na UPA, a unidade exclusiva para atender pacientes Covid sequer foi colocada em prática e as unidades básicas fechadas devem abrir nos próximos dias. E é importante que abram para a comunidade acessar os serviços básicos.

De fato, Lajeado – e a região por consequência – fez bom enfrentamento à doença. Superamos os surtos nos frigoríficos e nos lares de idosos. O desafio é manter os postos de saúde e os hospitais com baixa ocupação, mesmo que o número de contaminados cresça. E vai continuar crescendo. Afinal, continuamos testando mais do que todos os demais.

Bola pra frente. Coragem, empatia e responsabilidade continuam virtudes essenciais para atravessarmos a tempestade. É cada um fazer sua parte para baixar a bandeira para amarela, e aos poucos, retomarmos o ritmo de atividades que todos queremos. Afinal, tudo vai passar.


Para trás

• O STF divulgar o vídeo da reunião ministerial é exemplo contumaz da interferência banal de um poder no outro.
• A linguagem chula utilizada pelo presidente Jair Bolsonaro durante a reunião mostra o nível dele mesmo e de alguns ministros. Dureza.
• Os grupos Globo, Folha e Band suspenderam coberturas jornalísticas no palácio da Alvorada por falta de segurança aos jornalistas. Isso só agrada a quem não quer a democracia.
• As provas que o ex-ministro Sérgio Moro dizia conter no vídeo da reunião ministerial não apareceram. Blefou.
• Da série, a felicidade está na ignorância. O Brasil que o diga.


Lajeado e os planos

A câmara de vereadores de Lajeado deve receber em agosto, o projeto do novo Plano de Mobilidade Urbana. Serão mais centenas de páginas de um documento complexo, técnico e pontual sobre o futuro da cidade, especialmente no que diz respeito ao conceito de Cidade Inteligente.

O projeto do Plano Diretor repousa na câmara desde o ano passado. Já são dúzias de emendas e sem data para apreciação ou votação. Periga o projeto da mobilidade chegar antes na câmara do que os vereadores votarem o do Plano Diretor. Fico pensando onde fica o tal “interesse coletivo” nestes momentos.


Atitude

A campanha lançada em Lajeado, na segunda-feira, deve se propagar pela região. A primeira cidade a multiplicar a ideia deve ser Encantado, por meio da Associação Comercial e Industrial (ACIE). Atitude, eu tenho a minha.