religião

Padre explica como será a volta das missa neste fim de semana

Biasibetti esteve no A Hora Bom Dia desta sexta-feira. Celebrações ocorrerão, às 8h de sábado, e às 19h de domingo, com restrições

Por

Atualizado domingo,
24 de Maio de 2020 às 11:34

Padre explica como será a volta das missa neste fim de semana
Lajeado

As missas da Igreja Santo Inácio de Loyola, a matriz de Lajeado, serão retomadas nesse final de semana. Os cultos serão realizados com capacidade máxima de 150 pessoas. O contingente é inferior a 25% da ocupação permitida nos decretos municipal e estadual. Para o Padre Valdir Biasibetti, a preocupação com a população é responsabilidade da Igreja.

“O objetivo primeiro da Igreja é a pessoa humana. É claro, nós falamos muito de fé e de esperança. Mas a grande palavra é a qualidade de vida do povo”, disse Biasibetti.

Os 150 lugares disponíveis serão sinalizados, haverá produtos de higiene na porta da Igreja e, na parte da hóstia, ao invés da tradicional fila, os ministros de eucaristia irão se dirigir até os fiéis.

“Por favor, use máscara. As estatísticas demonstram que os cuidados estão ajudando”, pediu o Pároco aos que pretendem frequentar a igreja.

Nesse final de semana, a seleção de pessoas que poderão assistir o culto vai ser por ordem de chegada. O Padre pede que os católicos se intercalem na presença ao templo, para oportunizar que diferentes pessoas possam ir à cerimônia religiosa.

O Padre concedeu entrevista ao programa A Hora Bom Dia, da Rádio A Hora 102.9, na manhã desta sexta-feira, dia 22. As medidas tomadas valerão somente para a Igreja Matriz, os demais santuários do município permanecerão fechados. A cautela se deve, entre outros motivos, pelo grande número de idosos que frequentam as missas.

“Essa medida, só estará valendo para a Igreja Matriz Santa Inácio. Não está valendo para o Florestal, não está valendo, ainda, às nossas comunidades, nesse final de semana”, alertou.

Caso a classificação de risco seja mantida na cor laranja e nova legislação não seja emitida pela Prefeitura, as definições de horário e capacidade das missas permanecem para o final de semana, dos dias 30 e 31.

“Se não entraremos em um novo decreto municipal, estaremos continuando essa medida no próximo final de semana”, informou.

Escute o programa na íntegra: