Covid-19

Frigoríficos aplicam 1.858 testes e 501 são positivos

Na primeira etapa de testes rápidos, Minuano tem 67% de positivos. Já na BRF, índice é de 19%

Por

Atualizado quarta-feira,
20 de Maio de 2020 às 17:53

Frigoríficos aplicam 1.858 testes e 501 são positivos
Testagem em massa dos trabalhadores é parte do acordo com o MP que permitiu a reabertura das unidades. Crédito: Divulgação
Vale do Taquari

A Vigilância Epidemiológica de Lajeado concluiu hoje a análise dos resultados da primeira etapa de testes rápidos aplicados pelos dois frigoríficos da Minuano e da BRF no município.

Na Minuano, foram realizados 305 testes nos dias 16, 17 e 18 de maio. Deste total, 205 deram positivo, o equivalente a 67%. Do total de trabalhadores testados, 206 são moradores de Lajeado, dos quais 171 deram positivo, o que representa 83% dos examinados.

Na BRF, foram realizados 1.553 testes entre os dias 11 e 12 de maio. Deste total, 296 casos deram positivo para anticorpos da Covid-19, o equivalente a 19%.

Do total de funcionários testados, 1.120 são moradores de Lajeado. Destes, testaram positivo 195, ou 17,4%.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Lajeado, Juliana Demarchi, destaca que estes dados são muito importantes para avaliar o estágio do surto dentro de cada empresa e aumentar os cuidados para evitar novas contaminações. Permitem ainda verificar que, em uma das empresas, já há um grande percentual de funcionários que tiveram contato com a doença e teriam desenvolvido imunidade, o que reduziria a probabilidade de novos surtos em grande escala.

“Ao mesmo tempo, também se pode verificar que já há um grande percentual de imunizados entre os funcionários de uma das empresas, o que reduz o risco de um aumento grande do número de casos, que só tende a reduzir neste grupo”, explica a coordenadora.

Resultado enviados ao estado

Todos os casos positivos foram informados ao sistema de notificação da Secretaria Estadual da Saúde e deverão ser somados à tabela de números de Lajeado nos próximos dias. Os testes rápidos são considerados para efeitos de confirmação, mas não são considerados para a avaliação das bandeiras do Sistema de Distanciamento Controlado do RS.

Isso ocorre porque, como os testes rápidos precisam ser realizados a partir do 10º dia da infecção, em geral a grande maioria das pessoas já se encontra recuperada da doença quando o teste dá positivo.

Na medida em que as empresas seguirem testando suas equipes para atender aos acordos feitos com o Ministério Público e homologados pela Justiça, e os novos resultados forem sendo apurados, serão informados às áreas de saúde de Lajeado e posteriormente repassados à saúde estadual.