Contraponto da concessionária

RGE ressarcirá diferença para clientes com contas altas

Em nota, distribuidora afirmou que preços acima do esperado foram registrados pela impossibilidade da visita presencial para leitura do consumo. O assunto foi abordado no programa Frente e Verso da semana passada

Por

Atualizado segunda-feira,
18 de Maio de 2020 às 15:06

RGE ressarcirá diferença para clientes com contas altas
Contas com valores abusivos motivaram notificação do Procon de Santa Maria. Descontentamento também foi registrado no Vale do Taquari. CRÉDITO: Arquivo A Hora
Estado

A notificação do Procon de Santa Maria contra a RGE por contas abusivas foi tema de entrevista no programa Frente e Verso da semana passada. Conforme a responsável pela entidade e presidente da Associação Gaúcha dos Procons, Márcia Moro da Rocha, o questionamento às contas ocorria porque a concessionária de energia realizava uma leitura do consumo dos últimos meses para embasar a conta, ao invés de realizar a leitura presencial (leia matéria completa no link saiba mais).

Em nota, a RGE esclareceu como funcionava o faturamento efetuado desde que se iniciou o período de quarentena da covid-19.

Conforme a concessionária, uma resolução da ANEEL de 24 de março autorizava o faturamento pela média dos últimos 12 meses de consumo do cliente, eliminando a necessidade de visita presencial.

Como alternativa para evitar faturamentos por estimativa, também foi permitido aos clientes a possibilidade da autoleitura (o próprio cliente informava leitura por meio dos canais de atendimento da distribuidora). Ambas as opções foram divulgadas pela empresa nos canais de comunicação próprio.

Segundo a nota, a RGE ficou impossibilitada de fazer a leitura de consumo de todos os clientes da sua área de concessão no período de 6 a 15 de abril, obedecendo decisão liminar da Justiça do Trabalho.

A RGE ressalta que o processo de leitura e entrega das contas já está normalizado. Também destaca que “as faturas emitidas em maio para os clientes estão considerando a leitura real, feita em campo, compensando assim eventuais diferenças no valor da fatura, sejam a maior ou a menor”. Não é necessária nenhuma ação dos clientes, a compensação acontece de forma automática pela RGE, finaliza a nota.