NÃO É O MOMENTO!

opinião

Ezequiel Neitzke

Ezequiel Neitzke

Jornalista

Coluna esportiva

NÃO É O MOMENTO!

Por

Vale do Taquari

O Brasil é o país do futebol. É triste não termos jogos, mas é uma ação necessária. Muitos colegas de imprensa defendem a volta das partidas e dos eventos esportivos, desde que não tenham torcedores. Puro interesse! É impossível querer a volta do esporte e o nosso comércio seguir fechado! Tem muitas outras classes mais importantes que estão paralisadas e que devem voltar antes do futebol.

As perguntas são: Você leitor já imaginou um clássico Gre-Nal sem torcida no estádio? Se der um Gre-Nal sem torcida, você vai assistir esse jogo sozinho em casa ou vai fazer um churrasco e convidar os amigos?

Vamos parar de querer tapar o sol com a peneira. Esporte é povo. É integração. É felicidade. É impossível querer o retorno agora. Na semana passada entrevistei Gabriel de Carvalho, diretor de esportes do Clube Tiro e Caça. Ele foi muito coerente no que falou, destacando que só podemos voltar com o esporte quando tudo voltar ao normal, antes disso podemos colocar no lixo todas as medidas de contenção feito até o momento.


FGF ACORDOU

Nessa quarta-feira a FGF disponibilizou um crédito para os clubes que disputam a FGF de R$ 22 mil. Essa quantia ajudará a suprir alguns prejuízos que os times possam vir a ter. O torneio está previsto para retornar em agosto. Até o momento, o Lajeadense é o quarto colocado do grupo B, com quatro pontos.


NOSSOS CLUBES

Hoje lanço o quadro “Nossos Clubes”. Todas as sextas-feiras entrevistarei na Rádio A Hora 102,9 dois representantes de clube amador para contar a história da equipe, relação com a comunidade e projeções para 2020. Os primeiros entrevistados serão Tiago Rother, presidente do EC Brasil, de Marques de Souza, e, Volmir Donida, o “Chico”, presidente do Taquariense, de Taquari. O quadro “Nossos Clubes” vai ao ar às 12h25min. Fiquem na escuta!


SOLIDARIEDADE

Ontem o Esperança FC, de Linha Fazenda Lohmann, de Roca Sales, entregou 500 litros de água sanitária, desses 250 litros foram destinados para a Britagem Cascalheira, em Lajeado, e 250 litros foram para o Hospital Roque Gonzales, de Roca Sales.