Lajeado

Projeto que estimula a poesia entre jovens lança livro coletivo

Os Jovens Poetas de Lajeado chegou à 24ª edição nesta semana. Evento ocorreu no auditório do prédio 7, da Univates

Por

Projeto que estimula a poesia entre jovens lança livro coletivo

A 24ª edição do projeto Os Jovens Poetas de Lajeado culminou, na noite dessa quarta-feira, no lançamento do seu livro oficial, com o auditório do prédio 7 da Univates lotado. A presença de alunos, pais e professores deu brilho ao evento, promovido pelo Rotary Club de Lajeado Engenho, patrocinado pelo Sicredi Integração RS/MG e Richter Gruppe, com o apoio cultural do Grupo A Hora, que fez o projeto gráfico da obra literária.
O escritor e jornalista Alício de Assunção foi indicado pela Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat) para escrever o prefácio do livro. “É louvável a iniciativa do Rotary em dar oportunidade aos jovens de escreverem poesias”, destacou.
A professora homenageada, Norma Lai von Mühlen Einloft, dividiu a honraria com todos os professores. Ela destacou a ação do Rotary e o significado que tem para as crianças e jovens. “Na presença dos alunos e professores me faz acreditar que o Brasil somente será grande, se a educação for grande”. A professora recomendou aos alunos a continuar estudando, ler e escrever. “São poucos os que têm a oportunidade de participar de projeto maravilhoso e tão valorizado como o Jovens Poetas”, afirmou.
Com a participação de 250 alunos com poesias e desenhos de 35 escolas de Lajeado, o presidente do Rotary Engenho, Evanir Diehl, salientou que o Jovens Poetas atende aos princípios do Rotary de fomentar a educação. “Com este projeto, incentivamos nossos alunos a ler e escrever, pensar e criar”. Ele agradeceu aos apoiadores e aos integrantes do Rotary que se dedicaram na realização do Jovens Poetas.
O ato solene contou com a presença da secretária de Educação de Lajeado, Vera Plein, do governador Distrital do Rotary, Luiz Fassina, e do representante da 3ª Coordenadoria Regional de Educação, José Diedrisch. Na sequência, todos os alunos receberam um exemplar e foram entregues 10 livros para cada escola.

A família do jovem poeta

O aluno Bruno Freitas Gonçalves, de 11 anos, do 5º ano da Escola Pedro Welter, situada no Bairro Floresta, esteve presente na companhia do irmão e dos pais Rudinei e Juliana. O pai acompanhou a emoção do filho segurando a mão no peito dele. “É um momento emocionante. A família está orgulhosa com o filho que tem uma poesia publicada em livro”, disse o pai. Ele enfatizou que “este tipo de evento é uma demonstração do quanto a cidade valoriza a educação, por isso a gente gosta de morar aqui”, completou.
A mãe disse que incentiva os filhos a lerem. “Como não temos recursos para comprar livros, incentivamos a leitura pela internet”.

A palavra dos patrocinadores

Para o presidente do Sicredi Integração RS/MG, Adilson Metz, patrocinar o projeto Jovens Poetas é muito importante. “Investir em educação, na cultura e em outros segmentos da comunidade, e especialmente nos jovens, é transformador”, afirmou. Metz destacou que “este tipo de investimento reflete na formação de novas lideranças”.
O diretor da empresa Richter Gruppe, José Paulo Richter, disse que é uma honra poder participar da iniciativa. Ele lembrou que o pai, Waldemar Richter, é escritor. “Por isto temos consciência do quanto é importante a cultura para as pessoas e para a comunidade”.