Stock Car

Ricardo Maurício vence a Corrida do Milhão

Piloto faturou o prêmio milionário pela segunda vez na carreira

Por

Ricardo Maurício vence a Corrida do Milhão

Com uma atuação consistente e beneficiado por uma punição do principal adversário, Ricardo Maurício venceu a Corrida do Milhão, no domingo, em Interlagos. Foi a segunda vez que o piloto faturou o prêmio milionário.
Largando da segunda posição, o piloto do carro 90 da Eurofarma RC garantiu a vitória depois que a direção de prova eliminou Lucas Di Grassi, que disputou a etapa como convidado, por manobra perigosa em ultrapassagem. Gabriel Casagrande, da Crown Racing, e Daniel Serra, colega de equipe de Maurício, completaram o pódio da sétima rodada da temporada 2019.

A prova

As posições da frente não se alteraram nas primeiras voltas após a largada, com as disputas resumidas ao pelotão intermediário. Pouco a pouco, Di Grassi começou a se aproximar de Maurício. E fez a ultrapassagem em uma manobra inusitada: o piloto usou o início da zona de entrada dos boxes, o que não é permitido, para buscar a liderança. A direção de prova o puniu com passagem obrigatória pela zona dos boxes. Só que Di Grassi não cumpriu a punição e foi excluído da prova, deixando Maurício com a ponta.
Logo atrás, Gabriel Casagrande ganhou a disputa com Thiago Camilo e subiu para segundo, e o piloto da Ipiranga precisou se defender dos ataques de Bruno Baptista e de Daniel Serra na última volta. Não deu certo: Serra passou os dois e conquistou o terceiro lugar, completando o pódio e mantendo a liderança no campeonato.

Vitória veio com a desclassificação de Lucas Di Grassi, por manobra perigosa

Vitória veio com a desclassificação de Lucas Di Grassi, por manobra perigosa


Sem rivais por perto, Maurício apenas administrou as últimas voltas após receber a notícia da punição de Di Grassi e recebeu a bandeira quadriculada para sua terceira vitória na temporada, que valeu para se aproximar de Serra na disputa pelo título. Os dois agora estão separados por sete pontos, 212 para Daniel e 205 para Ricardo.