Variedades

CCR ViaSul apresenta plano de ações ao Vale

Diretores da concessionária da BR-386 participam de assembleia geral do Codevat, marcada para hoje, às 10h

Por

CCR ViaSul apresenta plano de ações ao Vale

Pelos próximos 30 anos, a BR-386, uma das principais rodovias do Estado, estará sob a gestão da CCR ViaSul. E os planos da concessionária para a rodovia federal serão apresentados à comunidade regional na manhã de hoje, em assembleia geral do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), às 10h, no auditório do prédio 16 da Univates.
 
Será um momento para os líderes regionais conhecerem as ações previstas para a rodovia, além de esclarecerem dúvidas sobre como funcionará a concessão. Por isso, a presidente da Codevat, Cíntia Agostini, reforça a importância da presença de todos os integrantes da entidade e destaca que a assembleia será aberta ao público.
 
“Passamos dois anos, de janeiro de 2017 até o final do ano passado discutindo edital, participando de grupos de trabalho e indo a audiências para discutir o futuro da rodovia. Então é o momento da CCR se apresentar. Nosso papel é fiscalizar a implementação do projeto, então é importante as entidades da região estarem por dentro da concessão”, explica.
 
Cíntia espera que a concessionária mostre também como será sua atuação na rodovia, em especial nos trechos que abrangem municípios do Vale do Taquari. “Esperamos que eles venham, contem quem são e façam uma previsão para os próximos anos, como e quais serão as obras iniciais e como estão sendo estruturadas. Vamos cobrar deles”, afirma.
 
Com mais de 400 quilômetros de extensão, que vão de Iraí a Canoas, BR-386 é uma das quatro estradas federais gaúchas que integram a Rodovia da Integração do Sul, juntamente com a BR-448 (Rodovia do Parque), BR-290 e BR-101. Estas são consideradas vitais para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul e foram concedidas à CCR ViaSul oficialmente este ano, através de um plano de concessões do governo federal.
 
O convite à CCR ViaSul foi feito pela Codevat em conjunto com a Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), Associação dos Vereadores do Vale do Taquari (Avat) e Câmara da Indústria, Comércio e Serviços (CIC) Vale do Taquari.
 

Privatização da EGR

Também estará em pauta na assembleia o futuro da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), responsável por duas rodovias que cruzam a região, a ERS-129 e a ERS-130. Cíntia lembra que o governador Eduardo Leite já sinalizou a intenção de privatizar a estatal criada durante a gestão de Tarso Genro.
 
“O governo indica a extinção da EGR e provavelmente novas concessões. As entidades estão se movimentando também em relação a isso”, comenta Cíntia, que acrescenta já ter conversado com o secretário de Governança e Gestão Estratégica, Cláudio Gastal, responsável pelo assunto.
 

11_AHORAPesquisa sobre telecomunicações

Outro assunto a ser discutido na manhã de hoje pelas entidades será a situação das telecomunicações no Vale do Taquari. O Codevat vai apresentar uma pesquisa sobre a qualidade do serviço na região, que abrange os sinais de telefonia fixa, móvel e internet.
 
O levantamento, feito em um formulário online, buscou identificar quais os pontos onde o sistema é considerado inadequado e repete uma ação realizada em 2014. Todas as respostas serão utilizadas pelo Conselho, juntamente com outras entidades regionais, para solicitar providências dos órgãos competentes.
 

MATEUS SOUZA – mateus@jornalahora.inf.br