Lixo e esgoto preocupam expositores

Notícia

Lixo e esgoto preocupam expositores

Por

Em alguns pontos do terre­no da Feira do Produtor, o lixo jogado de forma irre­gular deixa os produtores preocupados com a higiene do local. Outro problema verificado é uma fossa, localizada nos fundos do ba­nheiro, que está vazando. Com isto, efluentes domésticos são despeja­dos quase dentro do local onde são vendidas frutas, verduras e outros produtos coloniais.

Segundo Avelino Pflugseder, um dos primeiros produtores a par­ticipar da feira, os clientes recla­mam do mau cheiro, e muitos já deixaram de comparecer ao local. “Tem uma fossa aberta a pou­cos metros daqui, e ninguém faz nada”, reclama. O feirante afir­ma que abriu valetas para evitar que o líquido invada os pontos de venda. “Imagina, um homem de 75 anos fazendo este tipo de tra­balho.”

lixoOutra feirante, Sueli Tende, endossa a reclamação do amigo, e garante que a situação piora no período de verão. “A boca de lobo localizada em frente à feira tam­bém fede.” Os feirantes cobram agilidade da Secretaria de Agri­cultura, pois temem a perda de clientes.

Uma grande quantidade de lixo, roupas usadas, papel de jornal, fe­zes humanas e de animais foram encontrados junto ao muro que separa o terreno de dois prédios. O secretário de Agricultura, Waldir Gish, afirma desconhecer o fato, e cobra mais compromisso por parte da comunidade. “Aquele lixo foi depositado por crackeiros e até por moradores próximos. É preciso mais consciência de todos.” Acres­centando que a área deverá ser cercada por completo.

Sobre o esgoto, Gish garante que o problema será resolvido, e que a canalização já foi iniciada. O terreno é particular, mas será adquirido pela administração municipal. “Assim que regulari­zarmos a compra, poderemos tra­balhar para consertar esta fossa e demais problemas.” Ele informa que dois funcionários trabalham no local, realizando a limpeza da estrutura da feira.