Administração reformará casas antigas

Notícia

Administração reformará casas antigas

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A administração munici­pal prepara o projeto de levantamento histórico e arquitetônico dos ante­passados alemães.

O trabalho de dois anos será coor­denado por historiadores e profes­sores da Univates, pela Secretaria de Educação, Cultura e Desporto e voluntários. Uma das ações do pro­jeto é a criação da Casa de Cultura, no centro da cidade, que se tornará roteiro turístico. A outra poderá ser a publicação de um livro.

Todas as comunidades serão visi­tadas. Das cerca de cem casas anti­gas que há no município, 50 serão estudadas. “Para o êxito do proje­to é essencial a participação da comunidade”, diz a secretária de Educação, Fernanda Bohn. Quando o inventário for concluído serão so­licitadas verbas do governo federal para a reforma das casas.

casaA Feira Municipal do Livro, que ocorre de 13 a 15 de julho, terá foco na preservação cultural e histórica do município. Estão agendas a participação de grupos infantis, juvenis e de terceira ida­de para discutir o assunto.

A casa de Guido Schneider, 53 anos, deve ser incluída no projeto. Ela foi construída em 1926 pelo pai, Waldemar Schneider, que re­side com o filho na casa ao lado.

O prédio foi reformado em 1970. “Nestas casas era comum a co­zinha ficar separada da casa. É justamente esta cozinha que não existe mais.”

O resto do prédio está intacto. Há quatro quartos e sala. Outra casa que deve ser incluída no pro­jeto fica na mesma comunidade, em Sampaio Baixo, e tem galpões preservados.